Menu Papel POP

Após final do US Open, Serena Williams terá que pagar multa de 17 mil dólares e recebe apoio de celebridades

MAIS SOBRE:

De acordo com TMZ, após a confusão na final feminina do US Open, Serena Williams terá que pagar uma multa de 17 mil dólares pelas advertências levadas em quadra (4 mil dólares por violação de treinamento, 3 mil dólares por ter quebrado sua raquete e mais 10 mil dólares por abuso verbal contra o árbitro). O valor será descontado do prêmio de 1,85 milhão de dólares.

No jogo, que foi neste sábado (8), a atleta perdeu de 6×2 e 6×4 para a japonesa Naomi Osaka de 21 anos.

O desentendimento começou quando o árbitro português Carlos Ramos, tirou um ponto da Serena por ter avaliado que ela recebeu instruções do seu técnico (o que não é permitido durante o jogo), a atleta se exaltou e, durante a partida, chamou o árbitro de ladrão e disse que ele deveria pedir desculpas para ela.

Depois das discussões, o juiz resolveu tirar um game inteiro da tenista, fazendo com que ela se desestabilizasse ainda mais. Na hora da premiação, a plateia vaiou e quando teve a palavra, Serena pediu para pararem e dar o crédito que Naomi merecia pois ela realmente tinha jogado bem.

Em entrevistas pós torneio, Serena comentou que achou a atitude do juiz sexista, já que ela já presenciou homens tendo atitudes piores em quadra e não sendo punidos por isso. Além disso ela citou outra situação sexista que marcou esse Grand Slam, com o fato da tenista francesa Alize Cornet ter sido punida por ter tirado a blusa em quadra (mesmo estando de tope).

Esse ano, Serena já foi destaque das notícias quando foi proibida de jogar usando um “catsuit”, aparecendo nos próximos jogos com tutu de bailarina e também por ter sido surpreendida com testes surpresas antidoping, sendo a atleta que passou por mais testes em 2018.

Serena Willians tem 36 anos e voltou para as quadras esse ano após ter dado à luz a sua filha em setembro do ano passado. A tenista já ganhou 23 Grand Slams sendo a segunda maior campeã em torneios do gênero, ficando atrás de Margareth Smith Court (que ganhou 24 torneios entre os anos 60 e 70). A ex número 1 do mundo já acumulou mais de 84 milhões de dólares em prêmios, sendo a líder entre as atletas femininas.

Para completar, um jornal australiano postou um cartoon extremamente racista. O desenho, de Mark Knight para o Herald Sun, mostra a tenista quebrando sua raqueta em uma imagem super problemática visto as questões históricas da mulher negra ser sempre retratada como braba, trazendo lembranças das caricaturas racistas na era Jim Crow (1876 – 1965).

J. K. Rowling se posicionou sobre o cartoon no seu twitter.

Ela publicou a imagem dizendo “Muito bom reduzir uma das maiores atletas sobreviventes de tropas racistas e sexistas e transformar uma segunda grande esportista em um objeto sem rosto.”

Após o jogo de sábado, algumas celebridades postaram o seu apoio a atleta nas redes sociais, como a Kelly Rowland, Ciara e Alicia Keys.

Kelly Rowland escreveu: “SERENA !!! AULA DE CLASSE !! SEMPRE UMA CAMPEÃ!!!!
Eu amo você !!! TODOS AMAM VOCÊ !!! (O árbitro era uma alma fraca, que machismo !!!!)

“Orgulhosa de minha amiga @ SerenaWilliams por se posicionar e ser forte esta noite. Uma verdadeira inspiração para muitas de nós mulheres. Um novo dia está chegando. #Igualdade”

“@serenawilliams Você é o epítome da graça e destreza !!! Você é uma inspiração para todos nós. Seu propósito de ser um líder e uma luz é um presente para o mundo! Nós amamos você e obrigado por compartilhar sua grandeza e espírito! Parabéns Rainha !!!”

Comentários

Topo