Menu Papel POP

Seis filmes com músicas do ABBA que você precisa veeeeer!

Você sabia que o ABBA é um grupo da Suécia? Sim, essa é fácil. Mas você sabia que eles têm esse nome porque é uma junção das iniciais dos nomes dos integrantes, (Agnetha, Björn, Benny, Anni-Frid)? Essa talvez você não soubesse. Então vamos com outra trivia: o ABBA é o único grupo que emplacou oito músicas consecutivas na primeira posição na parada do Reino Unido. Isso sem falar no sucesso na América Latina e na Europa inteira.

ABBA é uma delícia. Músicas fáceis de cantar, temas românticos, hinos feministas e muito mais. Não é à toa que Hollywood já fez uns bons filmes homenageando o grupo. Aqui nessa matéria nós vamos dar dicas de alguns para você assistir. Vamos começar com esse maravilha aqui abaixo:

O Casamento de Muriel (1995) – “Dancing Queen”, “Waterloo”, “Fernando”, “I Do” e “Mamma Mia”

Clássico dos anos 1990 estrelado por Toni Collette, “O Casamento de Muriel” é um filme que você pre-ci-sa ver. Porque é ma-ra-vi-lho-so! A história da protagonista é a coisa mais legal do cinema pop dos últimos anos. Vivendo numa família com um pai abusivo, Muriel foge pra cidade grande em busca de realizar os seus sonhos.

As músicas do ABBA aparecem nos momentos mais importantes da vida dela e ajudam a contar a história de sua trajetória. É imperdível.

Na trilha sonora tem nada menos que quatro músicas do ABBA. A história das amigas Muriel e Rhonda é embalada por cenas divertidíssimas ao som de “Dancing Queen”, “Waterloo”, “Fernando” e “Mamma Mia”, como mostra a cena acima.

Priscilla, a Rainha do Deserto (1994) – “Mamma Mia”

Outro hino de filme com músicas do ABBA. “Priscilla, a Rainha do Deserto” não seria o mesmo sem uma boa dose cavalar de hits da banda sueca.

No filme, uma turma de drag queens leva o seu show para a estrada, dentro do deserto australiano. É um marco do cinema LGBT e tem uma cena inesquecível em que elas cantam “Mamma Mia” a bordo do ônibus mais famoso do cinema.

O Verão de Sam (1999) – “Dancing Queen”
Sabe por que tem ABBA nesse filme do Spike Lee? Porque é uma momento bem assustador da história dos EUA, que se passa nos anos 70. Um serial killer, que se autodenomina “Filho de Sam”, começa a aterrorizar a cidade de NY matando todo mundo.

Todo mundo fica muito paranóico com as mortes, que acontecem durante o verão e tá todo mundo saindo pra se jogar e transar enquanto o assassino sai matando todos.

Como é na década de 70, o filme mostra o surgimento do punk-rock e também a revolução sexual da música disco. E aí entra o ABBA. E você vai ficar chocado ao ver a cena que ele toca a animada “Dancing Queen”.

Agente 86 (2008) – “Take a Chance on Me”
Estrelado por Anne Hathaway e Steve Carell, o filme inspirado na famosa série dos anos 1960 não poupou hits em sua trilha sonora.

Entre “4 Minutes”, da Madonna, e “Ain’t No Other Man”, da Christina Aguilera, escutamos também uma das músicas mais conhecidas do ABBA, “Take a Chance on Me”.

Perdido em Marte (2015) – “Waterloo”
Em “Perdido em Marte”, Matt Damon vive um astronauta preso no Planeta Vermelho. Enquanto aguarda um sonhado resgate, ele dá um jeitinho de se adaptar por lá, e em uma sequência de cenas em que as coisas começam a dar certo, escutamos “Waterloo”.

O mais legal é que a situação é dramática e o filme tem um clima totalmente sem dramas. Talvez por isso tenham colocado o longa concorrendo como melhor filme de comédia no Globo de Ouro. Será que foi por causa do ABBA?

Mamma Mia! Lá Vamos Nós De Novo – Só música do ABBA, uma atrás da outra

Olha, esse é basicamente a maior celebração do cinema para as músicas do grupo sueco. Se estamos falando de Abba hoje em dia, a referência é mesmo a franquia Mamma Mia, que acaba de lançar seu segundo filme nos cinemas. É alegria do começo ao fim. Você tem que se controlar muito no cinema para não sair cantando no meio da sessão.

Espere por novas coreografias, músicas novas que não entraram no primeiro filme e uma participação fabulosa de Cher.

Mamma Mia: Lá Vamos Nós de Novo! já está em cartaz nos cinemas.

O ABBA aprova esse post!

Comentários

Topo