Menu Papel POP

Kevin Parker, do Tame Impala, diz que não sabe se parceria com SZA será lançada :(

Já ouviu aquele ditado que diz que no fim das contas todo mundo se conhece? Não vale só para o interior não e quem pode comprovar isso é o frontman do Tame Impala, Kevin Parker.

Em entrevista à Billboard, o cantor falou sobre as colaborações que desenvolveu ao longo dos últimos anos – a maior parte delas envolvendo alguns dos gigantes do pop e do hip hop como Rihanna, Travis Scott e Kanye West.

Além destes, Parker contou que também esteve preparando um collab com Kendrick Lamar, mas explicou que não rolou. Ele sequer havia mencionado o assunto antes para que os fãs não criassem expectativas.

“Nós nos encontramos por cerca de uma hora. Estávamos tipo tocando coisas que cada um de nós produziu. Foi antes do lançamento de DAMN. Eu não acho que algo veio disso, necessariamente. Quero dizer, não foi nada enorme.”

Pois o encontro não rendeu música, mas colocou Kevin em contato “direto” com a Rihanna. Foi justamente a partir de Kendrick Lamar que Kevin soube que a SZA estava mostrando o trabalho do Tame Impala para a colega, durante a produção de seu último álbum de estúdio, ANTI.

À ocasião, a rainha de Barbados gostou tanto do som dos caras que quis fazer uma versão própria para New Person, Same Old Mistakes.

Essa vale a pena relembrar:

Sobre a parceria, Parker disse que apesar de ter curtido o resultado, nunca se encontrou com a Rihanna pessoalmente. Segundo ele, apesar de ter sido gravada inicialmente pelo Tame Impala, a faixa foi pensada justamente para uma voz feminina de R&B – o que aconteceu mais tarde.

“Quando ouvi Rihanna cantando aquilo, eu disse “wow! é justamente como eu imaginei”

Questionado sobre o lançamento de sua colaboração com SZA, Parker disse não saber se de fato o material ganhará a luz do dia.

“Eu não sei se isso vai acontecer, o que me faz muito triste. Extremamente triste. Eu não quero apontar o dedo para ninguém, mas eu nunca termino… então preciso finalizar o processo primeiro, e só depois as pessoas poderão definir se isso será lançado”.

Queremos!

Comentários

Topo