Menu Papel POP

George Ezra diz que achou que estava flopando às vésperas de lançar novo disco

Ninguém está a salvo do flop, nem mesmo o príncipe do pop britânico George Ezra. Em entrevista ao The Guardian, Ezra disse que às vésperas do lançamento de seu segundo disco, “Staying at Tamaras”, se deu conta de que talvez estivesse flopando.

Como medida de emergência, convocou uma reunião às pressas com os representantes de sua gravadora. Sobre as canções produzidas para integrar o material, Ezra disse que achou a certa altura que “as pessoas simplesmente não queriam aquilo”.

Somente a partir daí o cantor disse ter revisto os rumos que a carreira vinha tomando:

“Não quero que isso soe como uma citação inspiradora na parede de uma sala de professores de escola secundária, mas essa falha foi a melhor coisa que poderia ter acontecido comigo.”

Só para contextualizar, o tal flop tinha fundamento: um dos maiores sucessos do cantor, “Budapest”, alcançou quando lançada em 20184 o terceiro lugar na lista de singles da Billboard. Já “Don’t Matter Now”, single do último disco, sequer entrou no Top 70.

“Uma coisa é ter um single que não funciona, mas ter duas seguidas, é um sinal do fim”.

O cantor também disse que pediu que os representantes da gravadora fossem “absolutamente honestos” com ele sobre “o que se passava naquele momento”, a fim de encontrarem a melhor solução possível. A medida mais imediata tomada foi o cancelamento do lançamento.

“Eles me disseram: “Sem impulsos momentâneos”. Quando estávamos lançando “Paradise”, eu disse: “Vou dar tudo que tenho”.

Entretanto, tudo terminou bem e depois de ter revisto como se desenrolavam seus processos criativos, o cantor adotou novas abordagens de composição. Hoje ele diz que tudo soa de uma forma completamente diferente e mais orgânica.

O resultado disso tudo foi a faixa aparecendo nas primeiras posições de alguns dos principais rankings. Se você ainda não ouviu “Staying at Tamara”, dá play logo aí embaixo!

Comentários

Topo