Menu Papel POP

Lindsay Lohan: “Sou uma pessoa boa, normal e meu passado está morto”

Nós adoramos reviver episódios como a noite épica em que Britney Spears, Paris Hilton e Lindsay Lohan resolveram sair juntas para jantar – mas sob outra perspectiva, a de quem viveu esse dia na pele, isso não é lá algo muito legal.

Em uma entrevista publicada no The New York Times na manhã desta terça-feira (26), Lindsay Lohan comentou sobre o assédio forçado sobre alguns acontecimentos do passado e revelou sentir um certo incômodo quanto ao resgate de episódios que pudessem caracterizá-la como uma pessoa ruim.

A atriz foi enfática e disse que deixou para trás memórias das quais não se orgulha e que tem esperança de que outras pessoas ~no caso, a imprensa~ também o façam.

“Eu sou uma pessoa boa e normal. Não tenho intenções ruins e meu passado tem que ficar lá atrás, no passado. As pessoas tem que superar isso e parar de ficar trazendo essas situações à tona porquê isso já foi! Está morto. E é a parte mais importante de tudo para mim”.

Lindsay também falou sobre sua experiência como dona de um clube de praia na Grécia, sua mudança para Dubai e no desdém que as pessoas tem sobre seus projetos atuais frente aos erros que cometeu.

“Acho que sucesso é a melhor forma de se vingar, além do silêncio também. Quando eu escolhi mudar o meu futuro, a minha vida, foi algo do tipo “Onde será o único lugar do mundo em que eu possa encontrar silêncio?”

Ela também admitiu que a mudança de ares foi decisiva após ter sido flagrada por um paparazzi em uma briga com o ex-companheiro, Egor Tarabasov.

“Isso aconteceu aqui mesmo, em Mykonos. E foi o momento em que eu percebi que vinha perdendo o controle total da minha vida. Me despedi de todos e prometi só reencontrá-los quando estivesse pronta. Foi ali que entendi o que se passava e disse a mim mesma: “sabe de uma coisa? se houver algo que eu possa fazer será pegar aquela praia e torná-la a minha praia”.

Esperamos que agora esteja tudo bem! Deixem a Lindsay em paz!

 

Comentários

Topo