Menu Papel POP

Janet Jackson fala da luta contra a depressão: “É uma condição assustadora”

É muito bom ver artistas renomados falando abertamente sobre saúde mental. Hayley Williams, Lady Gaga, os príncipes William e Harry são apenas alguns deles, e Janet Jackson também entrou no assunto recentemente.

Janet escreveu uma carta publicada na revista Essence na qual falou de quando sofreu de depressão (via Vulture).

“Foram anos difíceis, quando lutei contra a depressão. A batalha foi intensa. Eu poderia ficar para sempre analisando o motivo da minha depressão. A baixa auto-estima pode estar enraizada nos sentimentos de inferioridade da infância. Poderia se relacionar com não conseguir alcançar padrões impossivelmente altos. E, claro, há sempre as questões sociais do racismo e do sexismo. Coloque tudo isso junto e a depressão é uma condição tenaz e assustadora. Felizmente, eu consegui superar.”

Hoje, ela encontra forças em sua família, especialmente no filho Eissa, de um ano.

“O auge da felicidade é segurar meu filho em meus braços e ouvi-lo murmurar, ou quando olho em seus olhos sorridentes e o vejo reagir ao meu carinho. Quando eu o beijo. Quando eu canto suavemente para ele dormir. Durante esses tempos sagrados, a felicidade está em toda parte. Felicidade está na gratidão a Deus. Felicidade é dizer: ‘Obrigado, Deus, pela minha vida, minha energia e minha capacidade de crescer no amor.’”

A cantora já havia falado sobre o assunto em seu livro “True You”, publicado em 2011. Lá, ela frisa que a falta de auto-estima contribuiu para seus problemas mentais e também afetou seu peso.

Comentários

Topo