Menu Papel POP

Super feliz, Khalid conquista o público do Lollapalooza em seu primeiro show no Brasil

No Lollapalooza, grande parte do público no palco Onix estava aguentando firme o sol de domingo para ver Lana Del Rey mais à noite quando o novato Khalid subiu para fazer sua estreia no Brasil.

Com apenas 20 anos, ele tinha a missão de conquistar e entreter o público com o repertório composto por músicas do seu primeiro álbum, “American Teen”, lançado no ano passado. O estilo agradou quem não o conhecia e deixou seus fãs muito felizes.

O nome do CD é também a faixa que deu o pontapé inicial no show. Depois, ele brincou e dançou muito acompanhado de duas dançarinas vestidas de líderes de torcida em “Let’s Go”.

Introduzindo a terceira música, “Another Sad Love Song”, ele cumprimentou a plateia, agradeceu por o receberem e avisou: “A próxima canção é bem triste.” Apesar do tom melancólico, ele estava visivelmente feliz de estar ali, sorrindo e agradecendo constantemente.

Em “Saved”, a quinta faixa, o público cantou junto com Khalid, que disse que essa foi a primeira música composta por ele. “Ela significa muito para mim.

Durante “Coaster”, um (a) fã jogou um ursinho de pelúcia no palco, acompanhado de uma carta. Khalid leu o recado rapidinho e agradeceu. Fofo, né?!

Mas esse não foi o único presente que ele ganhou no show. Enquanto cantava “Shot Down”, Khalid desceu do palco e recebeu um óculos de sol de uma fã, e que inclusive super combinou com o look dele, hahaha!

O cantor dedicou a faixa seguinte, “Angels”, a sua cadelinha que morreu recentemente. :(

Já no finalzinho, em “Silence” todo mundo cantou e pulou junto. Aliás, depois dessa foram dois hits seguidos. A plateia surtou e quem estava na grade pirou mais ainda porque ele desceu novamente do palco em “Location” (e conseguiu mais um óculos de sol!).

Khalid encerrou o show com “Young Dumb & Broke”. Quase não deu para ouvir sua voz de tanto que o povo cantava. Ele terminou, soltou um “obrigado” e saiu discretamente do palco. Seu show foi uma das surpresas mais agradáveis do Lollapalooza e um grande acerto da curadoria do festival.

Já pode voltar, tá?

(fotos: Adriana Spaca)

Comentários

Topo