Menu Papel POP

Oprah diz que Reese Witherspoon mostrou sinais de estresse pós-traumático com denúncias contra Weinstein

Oprah Winfrey conversou recentemente com Salma Hayek no podcast “Super Soul Sunday Conversation”, e contou que Reese Witherspoon (com quem trabalha em “Uma Dobra no Tempo”) foi muito afetada pelo escândalo das denúncias de assédio contra Harvey Weinstein.

Winfrey disse que Witherspoon estava mostrando sinais de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), incluindo chorar com a menção do nome de Weinstein e não conseguir dormir.

“Eu estava no set com Reese Witherspoon, e algumas outras atrizes, que não se manifestaram, então não vou dizer quem elas eram, e isso aconteceu dois dias depois que o escândalo Harvey apareceu no New York Times. Todos, incluindo Reese – eu disse isso a ela – estavam agindo como se estivessem sofrendo de TEPT. Todos estavam agindo como se estivessem com medo e estavam conversando sobre isso”, disse Oprah.

“Eu lembro de Reese dizendo: ‘Oh Deus, isso é tão perturbador. Se alguém menciona seu nome, eu começo a chorar. E toda vez que eu ouço alguém falar, isso só me faz ficar chateada e eu não durmo há dois dias.’ Então eu disse: ‘Vocês estão sofrendo de PTSD. Alguma coisa aconteceu com você?’ Ninguém disse nada na época., lembrou Winfrey. “Então eu disse: ‘Vocês estão sofrendo de TEPT. Alguma coisa aconteceu com você?’ Ninguém disse nada na época”, completou Oprah Winfrey

Durante a conversa com Winfrey, Salma Hayek também disse que sofreu a mesma coisa devido à sua experiência com Weinstein durante a filmagem de “Frida”. “Eles me contataram para fazer parte da primeira matéria, do The New York Times. Já comecei a chorar quando eles perguntaram e acabei não fazendo isso”, disse Hayek a Winfrey.

(Via Entertainment Tonight)

Comentários

Topo