Menu Papel POP

Surgem novas acusações de assédio sexual contra Kevin Spacey

MAIS SOBRE:

Kevin Spacey foi acusado de assédio sexual por mais três homens: o ator mexicano Roberto Cavazos, o documentarista norte-americano Tony Montana e um ator anônimo.

Em uma publicação no Facebook (via Indiewire), Cavazos diz que Spacey o assediou duas vezes em Londres. O ator participava de várias produções no teatro The Old Vic, onde Spacey serviu como diretor artístico de 2004 a 2015. “Era tão comum que se tornou uma piada local (de mau gosto). Parece que o único requisito era ser um homem com menos de 30 anos para Spacey se sentir livre para nos tocar”, escreveu Cavazos.

Em uma entrevista ao site RadarOnline, Tony Montana alega que Spacey se aproximou dele em um bar em Los Angeles em 2003 e agarrou sua virilha. O cineasta tinha 30 anos na época.

“Eu fui pedir uma bebida e Kevin veio e colocou seu braço em volta de mim. Ele estava me dizendo para ir com ele, para sair do bar. Ele colocou a mão na minha virilha com força e agarrou tudo entre minhas pernas. Abaixei minha mão e torci o polegar para tirar a mão dele. Eu paguei por minha bebida e me afastei”, disse Montana.

Um terceiro ator, que permanece anônimo, deu uma entrevista à BBC e afirmou que Spacey o assediou na década de 1980. O ator diz que ele era um adolescente quando conheceu Spacey em um curso de teatro de verão. Spacey alegadamente convidou o ator a passar um fim de semana com ele em sua casa de Nova York, ao qual o ator concordou. O ator afirma que ele se recusou a compartilhar a cama de Spacey e dormiu no sofá, mas quando acordou, Spacey estava deitado em cima dele com os braços ao redor dele.

O ator Anthony Rapp foi o primeiro a acusar Kevin Spacey de assédio sexual. Rapp tinha apenas 14 no momento do encontro, enquanto Spacey tinha 26 anos.

Na sequência do escândalo, a Netflix suspendeu a produção da sexta e última temporada de “House of Cards”. Spacey emitiu um comunicado, em que afirmou que ele se lembrava do encontro descrito, e então pediu desculpas pelo seu comportamento, e publicamente se assumiu gay.

Comentários

Topo