Menu Papel POP

Jon Bernthal fala sobre Kevin Spacey no set de “Baby Driver”: “Perdi todo o respeito por ele”

Em entrevista ao programa de rádio Jim and Sam Show, da Sirius XM, o ator Jon Bernthal (de “O Justiceiro”, futura série da Netflix) falou sobre o comportamento de Kevin Spacey no set de gravações do filme “Baby Driver” (“Em Ritmo de Fuga” aqui no Brasil).

Logo no começo do vídeo acima um dos apresentadores perguntou para Bernthal se ele havia visto algum tipo de conduta inapropriada da parte de Spacey no set, no que Jon respondeu:

“(…) Eu não estava muito no set, e não estava numa situação onde eu poderia fazer julgamentos, mas quando eu estava lá, tive uma impressão muito ruim dele. Achei que ele parecia um pouco como um valentão. Não liguei muito para a maneira como ele se portava perante as outras pessoas no set. Acho que era uma combinação [de comportamento sexual e agressivo]. Ele estava agindo de um jeito que eu lembro de na época pensar: ‘Se ele estivesse falando assim com uma mulher, eu teria feito ou dito algo’. Fiquei feliz de ir embora do set por essa razão, e lembro de ter perdido muito respeito por ele. Eu não vi nada parecido com as alegações que surgiram contra ele, e acho que eu seria covarde se eu falasse sobre coisas que eu não sei, mas o tipo de homem que ele era quando trabalhei com ele me fez perder todo o respeito por ele.”

Jon também falou sobre como virou um grande fã de Spacey após tê-lo visto em uma peça de teatro no Reino Unido.

Várias denúncias de assédio contra Kevin Spacey estão surgindo ao longo dos dias. Tudo começou com Anthony Rapp, de “Star Trek: Discovery”. Ele disse que estava em uma festa na casa de Spacey quando tinha 14 anos e o ator (então com 26) o colocou em sua cama e se deitou em cima dele.

A Netflix já demitiu Spacey, cancelou projetos que envolviam o ator e afirmou que a sexta temporada de “House of Cards” será a última.

Comentários

Topo