Menu Papel POP

Elenco da série “One Tree Hill” denuncia criador por assédio sexual

As mulheres do elenco da série “One Tree Hill”, finalizada em 2012, escreveram uma carta aberta acusando o criador do programa, Mark Schwann, de assédio sexual. Parte da equipe também assinou o documento (via Variety).

Sophia Bush, Hilarie Burton e Bethany Joy Lenz, integrantes do elenco principal, além de outros nomes, apoiaram as declarações da colega Audrey Wauchope. No sábado, Audrey, antiga roteirista de “OTH”, postou uma série de tuítes dizendo, sem citar o nome de Schwahn, que o showrunner tocava ela e outras mulheres de forma inapropriada.

Audrey também falou sobre uma ocasião em que Schawnn abordou outra roteirista no dia antes de seu casamento, perguntando se ela não queria ficar com ele em vez de seu noivo.

A carta diz:

“Para usar a terminologia que se tornou familiar à medida que a realidade sistêmica do assédio sexual veio à luz cada vez mais, o comportamento de Mark Schwahn ao longo das gravações de ‘One Tree Hill’ era como um ‘segredo público’. Muitas de nós fomos, em graus diferentes, manipuladas psicológica e emocionalmente. Mais de uma de nós ainda está em tratamento de estresse pós-traumático. Muitas de nós foram colocadas em posições desconfortáveis ​​e tiveram que aprender rapidamente a lutar, às vezes fisicamente, porque ficou claro para nós que os supervisores não eram os protetores que deveriam ser. Falaram com muitas de nós de maneiras que foram de profundamente perturbadoras até traumatizantes e ilegais. E algumas de nós foram colocadas em posições onde nos sentimos fisicamente inseguras. Mais de uma mulher em nossa série teve sua carreira ameaçada.”

Segundo o texto, elas se uniram para alertar novas funcionárias sobre os casos de assédio e também criar um ambiente mais seguro, falando sobre como deveriam lidar com as situação. Muitas delas ouviram que a série seria cancelada caso fossem a público sobre o que estava acontecendo.

“Muitas de nós desde então ficaram em silêncio em público, mas tiveram canais de comunicação muito abertos em nosso grupo e em nossa indústria, porque queremos que ‘One Tree Hill’ permaneça o lugar ‘onde tudo é melhor e tudo está seguro’ para os nossos fãs; alguns dos quais disseram que a série literalmente salvou suas vidas. Mas a realidade é que nenhum espaço é seguro quando se tem um câncer encoberto e contagioso. Trabalhamos para recuperar nosso poder, apreciando as boas lembranças. Mas há mais trabalho a ser feito.”

No mês passado, quando as histórias dos assédios e abusos de Harvey Weinstein vieram à tona, Hilarie Burton postou em seu Instagram uma foto com a hashtag #MeToo, criada para mulheres compartilharem seus casos. Na legenda, ela escreveu: “It leaves a mark” (tradução: “isso deixa uma marca”).

Por causa da palavra “mark”, os fãs começaram a se perguntar se ela não estava falando indiretamente de Mark Schwahn. Ontem, ela respondeu a uma pessoa:

“Eu escolho as minhas palavras com muito cuidado.”

Comentários

Topo