Menu Papel POP

Oscar planeja criar “código de conduta” após caso Weinstein

A Academia do Oscar está estudando a criação de um código de conduta para seus membros, segundo o site Deadline. A decisão foi tomada após as acusações de assédio e abuso sexual contra o produtor Harvey Weinstein feitas por várias mulheres de Hollywood.

Segundo a publicação, um e-mail foi enviado aos membros da entidade, no qual a diretora Dawn Hudson afirma que o conselho da Academia discutirá a criação do código de conduta em reuniões em dezembro e janeiro. “Como vocês, o Conselho está preocupado com o assédio sexual e comportamento predatório no local de trabalho, especialmente na nossa indústria. Nós acreditamos que a nossa Academia deva estabelecer uma atmosfera segura e respeitosa para os profissionais que fazem filmes.”

“Para isso, estamos trabalhando na criação de um código de conduta para nossos membros, que incluirá uma política para avaliar violações e determinar se ações que interfiram na associação à Academia são necessárias. Apesar de não termos a intenção de funcionar como um órgão investigativo ou corte moral, nós temos direito e obrigação como associação voluntária de manter padrões claros de comportamento no ambiente de trabalho para aqueles que aceitamos como membros”, continua o e-mail que afirma que a organização está buscando a ajuda de especialistas jurídicos sobre o caso.

Harvey Weinstein foi acusado por mais de cinquenta mulheres de assédio e abuso sexual. Os casos estão sendo investigados pelas polícias de Nova York, Los Angeles e Londres.

A Academia do Oscar e do BAFTA já expulsaram Weinstein de suas organizações.

Comentários

Topo