Menu Papel POP

Kevin Spacey é criticado por tentar tirar foco de assédio a ator ao se declarar gay

A internet está comentando nesta segunda-feira, 30, a mais recente revelação de assédio sexual em Hollywood. O ator Anthony Rapp, da série “Star Trek: Discovery”, falou ao BuzzFeed News que quando tinha 14 anos, foi assediado por Kevin Spacey numa festa na casa do intérprete de Frank Underwood em “House of Cards”.

“Ele me carregou no colo como um noivo carrega a noiva. Mas eu não me afastei inicialmente, porque estava me perguntando: ‘O que está acontecendo?’. Então ele se deitou em cima de mim. Ele estava tentando me seduzir. Não sei se eu teria usado esse termo [na época]. Mas eu sabia que ele estava tentando ficar comigo sexualmente.”

Spacey logo postou uma nota em seu Twitter na qual pede desculpas mesmo não se lembrando do ocorrido, e ainda usou o post para se revelar gay.

É claro que muitas pessoas ficaram indignadas com a maneira como ele usou sua sexualidade no comunicado. Veja alguns tuítes:

Celebridades de Hollywood também já estão criticando Spacey. Rose McGowan, uma das primeiras a falar de Harvey Weinstein, usou a letra de “Bye Bye Baby” da Madonna para comentar:

Leia outros tuítes:

“Kevin Spacey inventou algo que nunca existiu antes: uma hora ruim para se assumir.”

“Não, não, não, não, não! Você não pode ‘escolher’ se esconder debaixo do arco-íris!”

“Desculpe, Sr. Spacey, mas seu pedido para se juntar à comunidade gay foi negado.”

“Assédio sexual não tem a ver com sexualidade. Assédio sexual tem a ver com poder. Digam isso comigo, por favor.”

Comentários

Topo