Menu Papel POP

Björk relembra assédio de Lars Von Trier e diz que confrontar é necessário

MAIS SOBRE:

Após surgirem várias denúncias de atrizes relatando casos de assédio em Hollywood, Björk decidiu se manifestar sobre o asunto.

Neste domingo (15), em sua página no Facebook, a cantora fez uma declaração falando sobre sua experiência de assédio no cinema. No texto publicado, Björk não cita nomes, referindo-se apenas a um “diretor dinamarquês”.

Porém, tudo indica que ela esteja falando do diretor Lars Von Trier, relembrando quando fez um papel no filme “Dançando no Escuro” (2000).

No post, Björk conta seu caso e manifesta seu apoio às atrizes que passaram pela mesma situação, encorajando-as a não se calarem.

Veja o post:

Estou inspirada pelas mulheres de todos os lugares do mundo que estão se manifestando online para contar sobre minha experiência com um diretor dinamarquês. Eu venho de um país que é um dos mais próximos da igualdade entre os sexos no mundos e, a partir do momento em que eu venho de uma posição de força no mundo da música, com uma independência duramente conquistada, foi extremamente claro para mim quando entrei na profissão de atriz que meu papel e humilhação como uma menor sexualmente assediada era a norma e se colocava uma pedra em cima disso, com um diretor e uma equipe de dezenas de pessoas que o capacitaram e encorajaram. Eu percebi que é uma coisa universal que um diretor possa tocar e assediar suas atrizes à vontade e a instituição do cinema o permite fazer isso. Quando eu desviei do diretor repetidamente, ele se irritou e me castigou, criando para sua equipe uma impressionante rede de ilusão na qual eu fui colocada como a difícil. Por causa da minha força, da minha grande equipe e por não ter nada a perder e nem ter ambições no mundo da atuação, me afastei e me recuperei em um ano. Mas fico preocupada com o fato de que outras atrizes trabalhando com o mesmo homem não fizeram isso também. O diretor estava totalmente ciente desse jogo e estou certa de que o filme que ele fez depois foi baseado em suas experiências comigo, porque eu fui a primeira que se deparou com ele e não o deixou fugir. Em minha opinião, ele até teve um relacionamento mais justo e significativo com suas atrizes depois do meu confronto, então há esperança!
Espero que esta declaração apoie as atrizes e atores de todo o mundo.
Vamos parar isso!
Há uma onda de mudanças no mundo!
Bondade!
Björk

Comentários

Topo