Menu Papel POP

O que acham dessa teoria ligando a música da Taylor a Arya Stark?

Como todo mundo deve estar sabendo, hoje Taylor Swift lançou seu novo single, “Look What You Made Me Do”. A antiga Taylor está morta!

As teorias sobre a letra obviamente já começaram: é para Kim Kardashian? Kanye West? Katy Perry? A mídia? Todo mundo? Segundo a Entertainment Weekly, não é nada disso. “Look What You Made Me Do” é sobre a Arya Stark de “Game of Thrones”!

arya stark

A revista fez um profundo trabalho investigativo para ligar a letra da música com a trajetória da Arya, e mesmo sendo brincadeira, as coisas se encaixam. Kkkkkkk, é claro que se trata de uma piada — não levem tão a sério, gente!

A EW pega, por exemplo, o verso “I don’t like your little games / Don’t like your tilted stage / The role you made me play / Of the fool, no, I don’t like you…” (tradução: “Não gosto dos seus joguinhos / Não gosto do seu palco inclinado / O papel que você me faz interpretar / Do bobo, não, eu não gosto de você”). Referência clara à sexta temporada, quando Arya estava vendo aquela peça sobre a história de sua família.

Depois temos “But I got smarter, I got harder in the nick of time / Honey, I rose up from the dead, I do it all the time” (tradução: “Mas eu fiquei mais esperta, mais dura na hora exata / Querido, eu me levantei dos mortos, eu faço isso sempre”). Nesta parte, Taylor está falando sobre o aprendizado e o treinamento de Arya em Braavos, e quando ela escapou da morte.

arya

Em seguida, Taylor canta “I’ve got a list of names and yours is in red underlined / I check it once, then I check it twice, oh” (tradução: “Eu tenho uma lista de nomes e o seu está sublinhado em vermelho / Eu verifico uma vez, depois verifico duas vezes, oh”). Essa é a referência mais óbvia: Arya tem uma lista com os nomes das pessoas que deseja matar!

Em outro verso, “You ask me for a place to sleep / Locked me out and threw a feast” (tradução: “Você me pede por um lugar para dormir / Me trancou para fora e deu um banquete”), a parte do banquete pode se referir ao fatídico Casamento Vermelho, ocasião em que Catelyn e Robb Stark, mãe e irmão de Arya, foram assassinados — e ela, de fora, viu tudo.

Já no trecho “I’ll be the actress, starring in your bad dreams / I don’t trust nobody and nobody trusts me” (tradução: “Eu serei a atriz estrelando seus pesadelos / Eu não confio em ninguém e ninguém confia em mim”), Taylor fala sobre a vingança de Arya: com o rosto de uma criada e uma performance digna de Oscar, ela mata Walder Frey, e em outra ocasião pega o rosto dele e envenena mais gente.

Em “I’m sorry, the old Taylor can’t come to the phone right now / Why? / Oh ’cause she’s dead!” (tradução: “Desculpe, a antiga Taylor não pode atender agora / Por quê? / Oh, porque ela está morta!”), o verso resume bem a jornada de Arya. Ela simplesmente não é mais a mesma criancinha do começo da série.

E por fim, o refrão “Ooh, look what you made me do / Look what you made me do…” (tradução: “Ooh, olha o que você me fez fazer / Olha o que você me fez fazer…”) também funciona como uma síntese de Arya — ela não queria ser levada a essa vida rodeada de mortes e vingança, mas ela se tornou desse jeito por causa das pessoas.

É esse o dossiê da Entertainment Weekly, hahahah! Convenhamos, é uma explicação mais legal do que a música ter sido feita para Kim, Kanye e afins.

Comentários

Topo