Menu Papel POP

Após críticas sobre representatividade, ator Ed Skrein deixa reboot de “Hellboy”

MAIS SOBRE:

Segura essa reviravolta! O ator Ed Skrein, conhecido por “Deadpool” (e pelo papel do antigo Daario Naharis em “Game of Thrones”), havia sido recentemente escalado para o reboot de “Hellboy”. O problema é que ele estava confirmado como um personagem originalmente, nos quadrinhos da história, asiático: o Major Ben Daimio.

Major Ben Daimio

Muitas pessoas, inclusive veículos de mídia, criticaram a escalação – e as reclamações deram resultado. Skrein postou hoje em suas redes sociais um texto avisando que está deixando o elenco do longa (via The Hollywood Reporter)

“Na semana passada foi anunciado que eu faria o Major Ben Daimio no futuro reboot do Hellboy. Aceitei o papel sem saber que o personagem, na HQ original, é de origem mista asiática. Houve conversas intensas e aborrecimento compreeensível desde o anúncio, e eu preciso fazer o que sinto que é certo. Está claro que para as pessoas, representar esse personagem de uma maneira culturalmente justa é importante, e negligenciar essa responsabilidade significaria continuar a tendência preocupante de deixar de lado a história e vozes das minorias étnicas nas Artes. Sinto que é importante honrar e respeitar isso. Portanto, decidi sair do filme para que o papel possa ser escalado apropriadamente. A representatividade de diversidades étnicas é importante, especialmente para mim, pois venho de uma família de origem mista. É nossa responsabilidade tomar decisões morais em tempos difíceis e dar voz à inclusão. Espero que um dia essas discussões se tornem menos necessárias, e que possamos tornar representatividades iguais nas Artes uma realidade. Estou triste por deixar ‘Hellboy’, mas se essa decisão nos deixar mais próximos desse dia, vale a pena. Espero que faça a diferença. Com amor e esperança, Ed Skrein.”

Uau!

A decisão de Skrein já está sendo elogiada na internet:

“Muito bem, Ed Skrein. Espero que outros atores sigam seu exemplo. Obrigada.”

“Parabéns a Ed Skrein por ter tomado uma decisão difícil, mas certa, sendo um jovem ator, de sair do reboot de Hellboy. Classe.”

“Deixando de lado a pergunta ‘Por que ele não tinha visto o quadrinho antes?’, Ed Skrein lidou com isso de forma excepcionalmente graciosa. Os produtores o botaram numa posição insustentável. É preciso coragem para dizer: ‘Essa é uma grande oportunidade, mas deve ser dada a outra pessoa’.”

“O tipo de liderança da qual precisamos mais em Hollywood – parabéns a Ed Skrein por deixar ‘Hellboy’ em resposta às críticas sobre whitewashing.”

“Hellboy” terá David Harbour como o novo Hellboy, Ian McShane e provavelmente Milla Jovovich. O filme não tem data de lançamento, e Guillermo Del Toro, da primeira versão cinematográfica, não está envolvido. Neil Marshall (responsável por episódios de “Game of Thrones” e “Westworld”) é o diretor.

Comentários

Topo