Menu Papel POP

Aqui estão os clipes mais comentados de 2017 (até agora)

Este ano teve muitos clipes que deram o que falar, desde retornos esperados como Kesha e Taylor Swift, até produções ótimas de Dua Lipa e Kendrick Lamar. Por isso, a BBC Radio 1 resolveu listar os 7 clipes mais comentados de 2017 até agora.

Obviamente, “Look What You Made Me Do” figura no topo da lista com seus vários shades. Mas também encontramos no ranking “Praying”, da Kesha”, “Boys”, da Charli XCX, e “New Rules”, da Dua Lipa.

Confira abaixo a lista dos 7 clipes mais comentados em 2017, e a análise da BBC:

“Look What You Made Me Do” – Taylor Swift

“O retorno de Taylor Swift foi bem documentado e analisado. Depois de uma briga com Kanye, Kim Kardashian e Katy Perry, o hype em torno do retorno de Taylor girou em torno da probabilidade de seu próximo álbum jogar mais lenha na fogueira do drama. Abrindo com os versos ‘Não gosto de seus pequenos jogos, Não gosto do seu palco inclinado, O papel que você me fez fazer, de tola, não, eu não gosto de você’, a internet rapidamente deduziu que Swift estava apontando para Kanye. Mas, deixando a letra de lado, o vídeo sozinho é um festival de shades. Com 50 milhões de visualizações em dois dias, podemos assumir de forma segura que não somos os únicos que ficaram revendo freneticamente a procura de mensagens e significados escondidos.”

“Boys” – Charli XCX

“Joe Jonas. Charlie Puth. Brendon Urie. Riz Ahmed. Cameron Dallas. MNEK. Dan Smith. Wiz Khalifa. Stormzy. Tom Daley. Oli Sykes. Joey Bada $$. G-Eazy. Ezra Koenig. Rostam Batmanglij. Fai Khadra. Diplo. Jack Antonoff. Jay Park. Khalid. Vance Joy. Precisamos dizer mais? Conversando sobre o vídeo, Charli XCX revelou a inspiração por trás do elenco de homens: “Eles basicamente estão fazendo todas as coisas sexy que as meninas geralmente fazem em vídeos. Eu inverti isso! Começou comigo ouvindo a música no carro e pensando que Joe Jonas era realmente sexy, comendo – o que é uma espécie de combinação estranha – mas percebi que isso poderia ser uma ideia! Então, comecei a pensar sobre todas os caras com quem trabalhei ou conheci durante meus anos na indústria e basicamente comecei a enviar todas essas ideias como ‘você sabe, eu quero fazer esse vídeo – eu não estou dentro dele – eu só quero inverter o olhar masculino e fazer vocês fazerem as coisas sexy e eles toparam.”

“HUMBLE.” – Kendrick Lamar

“Garantindo o VMA, a obra-prima de três minutos de Kendrick é cheia de contradições e magia com a câmera. Dirigido por Dave Meyers (o homem responsável por vídeos como ‘Lose Control’ de Missy Elliott, ‘BOB’ de OutKast e ‘Dirt Off Your Shoulder’ de Jay-Z), o vídeo vê Kendrick como a antítese de humilde: com comidas finas na parte de trás de um carro elegante, orquestrando uma última ceia decadente.”

“New Rules” – Dua Lipa

“Dua Lipa tem novas regras e até agora, 155 milhões de pessoas a observaram contar. Vestidas com um arco-íris em tons pasteis, Dua Lipa e seu esquadrão ensinam umas as outras as regras de superar seus amores de uma vez por todas. Enquanto New Tules estava destinada a ser um sucesso, o vídeo que a acompanha pode ter ajudado a empurrá-la para o território de hits do verão, e até mesmo chamou a atenção de nomes como Lorde.”

“Drew Barrymore” – SZA

“Em primeiro lugar, a verdadeira Drew Barrymore faz uma participação. Uma participação fugaz. Falando sobre sua atriz favorita e o impacto que seus filmes tiveram em uma jovem SZA, a cantora disse a Vulture: ‘Quando eu estava assistindo Nunca Fui Beijada, essa é minha experiência. Eu era solitária no colégio e fiquei: ‘Sim! Ganhe para todos nós!’ Então, isso explica a participação. Quanto ao resto do vídeo? É outro dirigido por Dave Meyers e segue os eventos pós-festa de SZA e seu esquadrão na cidade de Nova York.”

“Unforgettable feat. Swae Lee” – French Montana

“Com mais de 298 milhões de visualizações, o vídeo de French Montana é, por padrões do YouTube, bastante popular. Filmado em Uganda, parte do sucesso do vídeo pode ser atribuído ao elemento da dança viral. O World Star Hip Hop lançou um vídeo que se tornou viral – mostrando aos moradores que dançavam ao som do single – inspirando o rapper a imitá-lo. Mas antes que você pense que este é outro caso de uma estrela rica que se inspira em países pobres com a finalidade de fazer um vídeo de música, pense novamente. French levou os dançarinos para os BET Awards e doou dinheiro para fundações na área depois de sua visita.”

“Praying” – Kesha

“‘Praying foi escrita sobre esse momento em que o sol começa a espreitar as nuvens de tempestade mais sombrias, criando o arco-íris mais bonito’, escreveu Kesha. ‘Uma vez que você percebe que, na verdade, você estará bem, você quer espalhar o amor e a cura. Se você sente que alguém o prejudicou, se livre desse ódio, porque só criará mais negatividade. Uma coisa que me trouxe muito alívio é rezar por essas pessoas. Ficar ressentido não fará nada além de aumentar seu próprio estresse e ansiedade – e o ódio é o combustível para os vírus. Não deixe ninguém roubar sua felicidade!’ Se passaram quase quatro anos desde que tivemos uma música nova de Kesha e, dado o que aconteceu naquela época, não é surpresa que o seu clipe para ‘Praying’ fosse muito aguardado. Com uma Kesha espalhando seus demônios no deserto, o vídeo até agora foi visto mais de 38 milhões de vezes e acumulou 64.000 comentários (entre eles ‘CANÇÃO DO ANO!’)”

Comentários

Topo