Menu Papel POP

Estreia hoje no Brasil série que conta a história do movimento LGBT nos EUA

MAIS SOBRE:

O canal Sony estreia hoje no Brasil, às 20h, a série “When We Rise”, exibindo três episódios em sequência. Criada por Dustin Lance Black e Gus Van Sant, ambos do filme “Milk: A Voz da Igualdade”, a série aborda a história da luta LGBT e pela igualdade de gênero nos EUA.

WHEN WE RISE - "When We Rise" is written and created by Academy Award winning screenwriter Dustin Lance Black. This mini-series event chronicles the real-life personal and political struggles, set-backs and triumphs of a diverse family of LGBT men and women who helped pioneer one of the last legs of the U.S. Civil Rights movement from its turbulent infancy in the 20th century to the once unfathomable successes of today. (ABC/Eike Schroter) MEKHI FESTER, MADDIE CORMAN, ROSIE O'DONNELL, CAITLIN GERARD

Aqui o título virou “Quando Fazemos História”.

Partindo da revolta de Stonewall, em 1969, onde LGBTs se rebelaram contra a repressão policial em um bar de Nova York, o seriado mostra a luta pelos direitos da comunidade até os dias atuais. A produção passa pelos confrontos e perseguições gerados no país após a epidemia de AIDS e dá destaque para a luta individual e política de ícones dos movimentos LGBT, dos direitos de igualdade das mulheres e do fim do preconceito racial, pessoas reais que dedicaram suas vidas a luta pelo fim do preconceito.

WHEN WE RISE - "When We Rise" is written and created by Academy Award winning screenwriter Dustin Lance Black. This mini-series event chronicles the real-life personal and political struggles, set-backs and triumphs of a diverse family of LGBT men and women who helped pioneer one of the last legs of the U.S. Civil Rights movement from its turbulent infancy in the 20th century to the once unfathomable successes of today. (ABC/Eike Schroter) RAFAEL DE FUENTA

“When We Rise” é uma adaptação da obra de mesmo nome escrita por Cleve Jones, ativista que também é um dos personagens principais da produção.

No elenco estão Guy Pearce, Mary-Louise Parker, Rachel Griffiths, Michael K. Williams e Ivory Aquino. Além deles, o seriado ainda conta com uma participação especial de Whoopi Goldberg como Pat Norman, a primeira funcionária abertamente homossexual do Departamento de Saúde de São Francisco e ativista da comunidade LGBT.

 

Comentários

Topo