Menu Papel POP

Ícone da noite, Cher canta “Believe”, “If I Could Turn Back Time” e nos lembra quem é a dona do pop

Ontem, Cher completou 71 anos, sendo que há mais de 50 anos se dedica à música. Uma história dessas merece ser homenageada e foi isso o que rolou no Billboard Music Awards. A deusa do pop recebeu o Icon Award e apresentou dois de seus maiores sucessos.

Cher foi apresentada por Gwen Stefani “Ela é a prova de que ela consegue fazer qualquer coisa. […] é uma influência cultural e uma ativista atemporal”, disse. E quando Cher entrou… Tudo foi abaixo!

Deusa (sim, irei chamar ela assim) começou a apresentação com “Believe”, o maior hit da carreira dela. Foi uma apresentação com look shok, cenário super decorado e vários dançarino. Mesmo para mostrar quem foi que criou o pop. “Eu sempre quis fazer isso desde os 4 anos, e já faço há 53”, disse em seu discurso.

Logo após a apresentação, sobe um vídeo para relembrar toda a carreira dela, dede 1964, com todos os videoclipes, projetos paralelos e ativismo, salientando que ela tem Grammy, Emmy, Globo de Ouro e Oscar (ok?).

E para finalizar, Cher canta “If I Could Turn Back Time”, outro grande sucesso da carreira. Completamente diferente da apresentação anterior. Com o look preto e os cachos, Cher relembra a fase de 1989.

A platéia ficou claramente comovida. Foi lindo! Um momento para lembrar o quão foda é essa performer lendária que esteve aí por décadas e se reinventou de formas inimagináveis.

Obrigado, deusa Cher.

Comentários

Topo