Menu Papel POP

10 das mulheres mais fodonas dos filmes de ficção científica

Se um dia você for para o espaço, é melhor levar uma mulher na tripulação (se você não for uma). Afinal, são sempre elas que salvam o dia. Não, hoje não é o Dia Internacional da Mulher, mas resolvemos enaltecer as mulheronas da p***a nos filmes de Sci-Fi. Observamos que matar aliens e robôs assassinos é quase uma especialidade feminina.

Ao longo dos anos, em “Alien”, “Exterminador do Futuro”, “Star Wars”, “Matrix” e outras produções, já provaram que ficção científica sempre mostra mulheres fortes e isso desde os anos 60. Devemos levar em conta que são filmes sobre futuro – lá as manas mandam! Hahaha! Dentre Barbarella, Uhura, Sarah Connor e a Tenente Ripley, elegemos as mais fodonas dos Sci-Fi.

Confira nossa lista por ordem cronológica:

1 – Nyota Uhura (Nichelle Nichols) – Star Trek (1966)

Uhura chegou para escandalizar os norte-americanos nos anos 60. Onde já se viu uma mulher negra estrelar um seriado e seis filmes espaciais?! A atriz Nichelle Nichols representou um marco histórico para a sociedade americana. Ela interpretava uma Tenente toda poderosa. A NASA chegou a usá-la em uma campanha de incentivo a jovens negros para ingresso no programa espacial!

tumblr_lz8tje6dHl1qd6v0do2_500

Em 2009, a Zoë Saldaña deu vida à personagem nos novos filmes da franquia “Star Trek”. Ela continua fodona e na nova trama tem um envolvimento amoroso com o vulcano Spock.

uhura_gettingoffthefarrugut

2 – Barbarella (Jane Fonda) – Barbarella (1968)

Essa é a proprietária do espaço! Tudo bem que a Barbarella é muito sexualizada, mas ela é uma astronauta que usa o poder do sexo para combater os inimigos. Aí sim! Hahaha!

A personagem surgiu nos quadrinhos nos anos 60 e virou um filme em 1968. No longa, a Jane Fonda encara a sexy protagonista. Até hoje ninguém resolveu fazer novas versões da história no cinema ou na TV.

barbarella

3 – Princesa e General Leia Organa (Carrie Fisher) – Star Wars (1977)

Ao ler princesa, você logo pensa em uma donzela indefesa, mas a Princesa Leia não tem nada disso! Ela é líder da Rebelião contra o Império e vai pro fight mesmo, até mata uns aliens no meio do caminho. Além disso, Leia não engole desaforo nenhum – é um exemplo de princesa!

Segura o poder da Leia matando o Jabba the Hutt:

3 – Tenente Ellen Ripley (Sigourney Weaver) – Alien, o Oitavo Passageiro (1979)

A grande musa inspiradora das galáxias é a Tenente Ellen Ripley. Ela é a única personagem de “Alien, o Oitavo Passageiro” que consegue lutar com o alien e derrotá-lo. Provando que as mulheres são invencíveis, mores!

Vale lembrar que ela encarou o alien três vezes e só morreu uma, tá? Mas Ripley foi ressuscitada para continuar acabando com esses seres nojentos e impedindo-os de destruir a terra.

Sigourney Weaver foi tão boa interpretando a Ripley que até foi indicada ao Oscar e ao Globo de Ouro pela atuação no segundo filme da franquia, o “Aliens, o Resgate”.

Confira a cena dessa produção, onde ela está lutando contra a Rainha Alien (que é a mais fodona):

4 – Sarah Connor (Linda Hamilton) – O Exterminador do Futuro (1984)

Sarah Connor está na Terra, mas isso não tira o poder dela nessa lista. Connor é muito fodona, fez o possível e o impossível para salvar seu filho e admiramos muito essa mulher. O mozão dela, Kyle Reese (Michael Biehn), é assassinado pelo ciborgue Terminator 101 (Arnold Schwarzenegger) e o que ela faz? Mete bala no robô e o destrói.

Confira uma cena da Sarah arrasando em “Exterminador do Futuro 2”:

Além de Linda Hamilton, a Emilia Clarke também deu vida a Sarah Connor em “O Exterminador do Futuro: Gênesis”. E a colega de elenco dela em “Game of Thrones”, Lena Headey, interpretou Sarah na TV, na série “O Exterminador do Futuro: As Crônicas de Sarah Connor”.

5 – Trinity (Carrie-Anne Moss) – Matrix (1999)

Trinity é necessária nessa lista, certo?! Que mulher. “Matrix” redefiniu vários conceitos no cinema e a personagem merece todo seu mérito.

Carrie-Anne Moss fez um papel lindo e mostra o quanto as mulheres podem ser fortes. De fato, ela se apaixonou pelo Neo (Keanu Reeves), mas esse amor não a abalou. Trinity é muito importante na resistência contra a revolta das máquinas. A personagem aparece nos três filmes da saga “Matrix”.

Trinity e Neo protagonizam umas das cenas mais legais do primeiro filme:

6 – Dana Scully (Gillian Anderson) – Arquivo X, o Filme (1998)

Dana Scully e seu ceticismo deixam “Arquivo X” ainda mais interessante. A personagem é super inteligente e o tempo todo duvida do companheiro Fox Mulder (David Duchovny), que tem certeza que ETs existem!

Scully é uma personagem forte e tenta sempre provar seu ponto – mesmo que ela esteja errada! Hahaha! A dupla com o Mulder equilibra sua personalidade marcante.

giphy (2)

A série “Arquivo X” começou em 1993 e terminou em 2002, com 9 temporadas. Nesse meio tempo, teve o filme “Arquivo X, o Filme”, em 1998. Em 2016, o seriado voltou para a décima temporada. Esse ano, teremos mais uma continuação.

7 – Dra. Elisabeth Shaw (Noomi Rapace) – Prometheus (2012)

Vocês acharam que não teria mais nenhuma mulher metendo o pau no alien? Dra. Elisabeth Shaw é outra mulherona da p***a. Ela arrisca sua vida para descobrir o que está acontecendo na nave, faz um aborto do alien nela mesma e ainda sai andando plenamente. Que mulher!

Confira essa cena fantástica:

Mal sabia a doutora que o fim de sua história seria o começo da história do Alien. Shaw não tem culpa e ela deu o sangue para destruir os extraterrestres. Sem eles, não teríamos “Alien: O Oitavo Passageiro”, não é mesmo?

8 – Imperatriz Furiosa (Charlize Theron) – Mad Max: Estrada da Fúria (2015)

Até agora todas a moças apresentadas são lobas solitárias, notaram? Mas esse cenário muda com Imperatriz Furiosa e as cinco noivas Toast (Zoë Kravitz), Angharad (Rosie Huntington-Whiteley), Cheedo (Courtney Eaton), Capable (Riley Keough) e The Dag (Abbey Lee). Ao logo do filme, ela ainda conta com o Nux (Nicholas Hoult) e o Max (Tom Hardy).

“Mad Max: Estrada da Fúria” tem todo um teor feminista do começo ao fim, e muito por conta da Furiosa. Ela se revolta contra o sistema e foge com as tais noivas do imperador. Elas são como escravas e buscam sua liberdade, se unindo a Furiosa. São mulheres em busca de autonomia peitando o governo; é incrível! Quer mais poder que isso? Então toma:

9 – Dra. Louise Banks (Amy Adams) – A Chegada (2016)

“A Chegada” é o filme mais diferente dessa lista. Não tem tiro, porrada e bomba, mas tem uma mensagem incrível e personagens fortes.

A doutora Louise Banks tem uma arma e ela é bem diferente da qual todo mundo imaginava. Banks tem o poder da comunicação e ela consegue manter um diálogo com aliens. Quantas pessoas conseguem fazer isso?

amy-adams

10 – Daniels (Katherine Waterston) – Alien: Covenant (2017)

Para finalizar nossa lista maravilhosa temos a nova heroína da saga Alien: a Daniels. O filme todo tem mulheres fortes, mas a Katherine Waterston chega para ser a nova Sigourney Weaver do rolê!

Já sabemos que ela é incrível porque já assistimos ao novo longo da franquia. Para descobrir mais dessa fodona, você precisa assistir “Alien: Covenant”, que estreia dia 11 – próxima quinta-feira. Hehehe!

Quem mais vocês colocariam nesse lista? Contem nos comentários!

Comentários

Topo