Menu Papel POP

O universo geek é a base para a primeira série nacional da Warner Channel!

Três jovens totalmente imersos no universo geek e pop se tornam a única salvação da Terra, tomada por forças do mal. É essa a trama de “Manual para se Defender de Aliens, Ninjas e Zumbis”, primeira série nacional da Warner Channel que estreia neste domingo, dia 12 de março, às 22h30.

No mínimo bem criativo se julgarmos só pelo título, né? Hahaha! A história mais detalhada, criada e dirigida por André Moraes, é a seguinte: Aliens se infiltraram na sociedade humana, tomando posições de líderes em grandes empresas. Eles usam ninjas como uma espécie de exército particular e alimentam a ideia de uma epidemia de zumbis para tocar o terror nas pessoas e controlar a Terra. Treta!

Com essa ameaça, uma força do bem chamada Nazca ressurge. Esse grupo usa um manual — o do título, claro — para combater os inimigos. A partir daí um trio de jovens é convocado para usar o manual: Sput (Michel Joelsas), fascinado por astrofísica; Wes (Thalles Cabral), hacker viciado em jogos de zumbis; e Tina (Daphne Bozaski), toda moderninha e que não leva desaforo para casa.

Sput, Wes e Tina são guiados por Juarez (André Abujamra), o líder da Nazca — para esconder sua verdadeira identidade, ele trabalha como açougueiro.

O Papelpop assistiu ao primeiro episódio da série e tá tudo aprovado! São só 30 minutos de duração, então a pegada já é ágil e sem enrolação. Dá para ter uma boa noção da personalidade dos personagens em pouco tempo, tanto os bons quanto os vilões, e o mais legal é a porrada de referências geek inseridas, desde “Jumanji” a “Kill Bill”. Esses elementos estão lá tanto explícitos quanto implícitos, então as especulações e teorias são super bem-vindas!

O criador André Moraes conversou com a imprensa sobre, entre outros assuntos, essas ligações.

“Há muitas coisas dos anos 80. A série tem muito d”Os Goonies’, essa história de aventura entre amigos. Tem uma linguagem de ‘E.T.: O Extra-Terrestre” que é um filme impregnado em todos nós, marcou época. Há também referências musicais na série — o Wes tem pôsteres na parede do Slipknot, do The Doors, White Zombie. Os filmes de terror, como os do George Romero, e zumbis também servem de referência, todo esse universo. Foi isso o que eu tentei trazer para os personagens. Cada um tem uma referência diferente, temos idades variadas no elenco. E para compor esses personagens, cada um puxou de si o seu próprio universo geek.”

manual 2

(Michel Joelsas, André Abujamra, Daphne Bozaski e Thalles Cabral)

O trio principal também falou das inspirações. Mesmo sem nunca ter se envolvido tanto no universo geek, o ator Michel Joelsas (“O Ano Em Que Meus Pais Saíram de Férias”) conseguiu achar boas referências para criar o Sput:

“No roteiro veio escrito o que o Sput lê, ouve, gosta de fazer no tempo livre. Isso veio muito completo para nós. É uma matéria-prima para começarmos a trabalhar e a partir daí vamos criando [o personagem]. Um dia o André me deu um CD do Rush e falou, ‘Cara, o Sput escuta isso aqui todo dia’. Aí botei o CD no carro e falei, ‘Então vou ouvir todo dia para entender o que o Sput gosta tanto.”

A Tina da Daphne Bozaski não tira a jaqueta amarela do corpo. A gente pensa em traje amarelo e logo imagina “Kill Bill”, certo? Pois o filme ajudou na criação da personagem também, segundo a atriz. “Vi [a série] ‘Gotham’, ‘Kill Bill’, muitos do Quentin Tarantino, do Bruce Lee… tive que revê-los com outro olhar. ‘Zumbilândia’ também“.

Além de ser ator, o Thalles Cabral também é músico. Essa faceta o ajudou bastante na construção do Wes.

“Essa abordagem musical é muito legal, porque música é algo sensorial. Também há essa coisa de ser um trio, como ‘Harry Potter’. Conseguimos ver um pouco do que cada personagem significa para o grupo. O Sput é a razão, a Tina é a força e o Wes é o coração. Os três se completam.”

E falando em música, sabe quem é o grande vilão da série? O Branco Mello, do Titãs! Ele interpreta Garcia, o alien dos aliens, o fodão, enviado com a missão de dominar a Terra. E rolou sem querer uma brincadeirinha na hora da escalação do músico — foi numa das reuniões finais que a equipe percebeu que o planeta do qual Garcia veio se chama… Titã, hahahaha! Era pra ser, né?

Branco disse:

“Foi demais ter essa experiência. Foi um desafio enorme fazer uma série desse porte, mas muitas pessoas me ajudaram e me incentivaram. Quando eu descobri o tom de voz do personagem eu falei, ‘Tá maravilhoso, vamos lá’. Foi sensacional, nos divertimos muito. Desde quando fui convidado e falei com o André pela primeira vez foi pura diversão. Fiquei feliz por termos achado juntos uma maneira de eu atuar sendo o que eles queriam — não um ator profissional, mas inventando uma cara para o Garcia.”

Fora Branco, “Manual” tem outra grande artista da música brasileira: ela mesma, Rita Lee! A cantora interpreta o alien Grão Mestre e Chanceller. “O encontro com a Rita foi incrível“, disse Branco. “Não a via há um tempo e a gente se encontrou em cena. Somos os dois de Titã. Foi bárbaro“.

rita lee manual

André Moraes ainda falou que o objetivo da série é se comunicar com o público jovem, mas não exatamente na questão da idade, e sim de espírito. “A referência do pessoal mais velho estará lá, mas as referências da galera jovem também estarão“. Esse aspecto, além do fato dos protagonistas serem como super-heróis no sentido de precisarem combater o mal, foi o motivo para a Warner Channel produzir a história, segundo Rogério Gallo, vice-presidente dos canais de entretenimento da Turner no Brasil.

“Tem a ver com a guinada que o canal deu no sentido de virar a casa dos super-heróis. De uns dois anos para cá tivemos uma sequência de estreias de propriedades oriundas dos personagens da DC Comics que vão super bem, e além de gerar audiência, geram um engajamento muito grande. (…) Faz muito sentido que a nossa primeira produção nacional tenha um foco nesse universo.”

Silvia Elias, diretora de conteúdo local da Turner no Brasil, completou: “Estávamos prontos pois esse público está aí“.

Ah! Outra coisa ótima sobre a série — logo após a transmissão na Warner, sempre aos domingos, os episódios serão upados na íntegra no YouTube do canal às 23h! A gente gosta assim!

“Manual para se Defender de Aliens, Ninjas e Zumbis” ainda tem no elenco Jandira Martini, André Bankoff, Ana Carolina Machado, Cacau Lemos, Nicolas Trevijano, e as participações especiais de José Celso Martinez, Rita Lee, Zéu Britto e Jair Oliveira.

Comentários

Topo