Menu Papel POP

Lollapalooza: Não existe artista mais farofeiro que o The Chainsmokers

Olha, vou confessar, tá? Eu não tinha nenhuma expectativa para o show do The Chainsmokers, que se apresentou neste sábado (25) no Lollapalooza. Depois de pirar no Criolo e ver um show morno da Tove Lo, eu já comecei o show com o olho no relógio.

De repente, eu percebi que o The Chainsmokers é tipo aquela banda de formatura que toca tanta coisa que, depois de uns goles, você até curte. Quando eu me dei por por mim, tava lá pirando nos graves dos amigos Alex e Andrew.

The_Chainsmokers _MD-2

Por alguns momentos, eu juro que eu me sentia nos shows incríveis do Jack Ü e do Major Lazer, projetos do Diplo que fecharam noites nos dois últimos Lollapalooza. O show tinha muitos efeitos de luz, imagens muito doidas no painel de led gigantesco atrás do palco e até fogo de verdade. Era uma viagem bem doida!

Aí, tocava um Red Hot Chilli Peppers; ok, o Andrew gosta muito deles. Aí tocou “What’s My Age Again” e Panic! at the Disco; fiquei desconfiado, mas beleza. Um pouquinho de Tove Lo remixado pra gente relembrar o quanto o show da Tove podia ter sido melhor… Aí tocou O REI LEÃO, GENTE! REI LEÃO!

The_Chainsmokers _MD-7

Aí eu quase fui embora, mas veio um ~remix pesadão~ que convenceu a ficar. Mas claro que a farofa continuou: teve Ed Sheeran, Coldplay, Mr. Brightside, umas pitadinhas de Rihanna… Tudo arrematado com um remix de 5 minutos de “Don’t Let Me Down”.

Quem nunca foi a um show do Chainsmokers não conhece o conceito de mixed feelings.

The_Chainsmokers _MD-8



(créditos das fotos: Marcus David / @mdframe)

Comentários

Topo