Menu Papel POP

Flume mantém ‘tradição’ de shows eletrônicos incríveis fechando o Lolla (e ainda chamou a Tove Lo!)

MAIS SOBRE:

Se em 2015 todo mundo saiu do Lollapalooza empaquitada com o show do Major Lazer, em 2016 foi a vez do Jack U, outro projeto do Diplo, de fazer a gente voltar pra casa com aquela sensaçãozinha gostosa de “que showzão da porra”. Agora, em 2017, coube ao Flume (com concorrentes fortes nos outros palcos) a função de deixar a gente assim… em êxtase.

O DJ australiano subiu ao palco AXE com um atrasinho de 10 minutos, mas não demorou pra fazer o público ferver no seu house cheio de pitadas de trap, pop e hip hop. Talvez por rolar ao mesmo tempo que The Strokes e Martin Garrix, duas atrações fortes, o show do Flume teve um público bem menor que os The Chainsmokers, que encerrou a noite anterior no mesmo palco – o que só deixou o show ainda mais gostoso.

flume lollapalooza 2017 2

Animado com a galera que curtia o cenário futurístico cheio de cubos espelhados e as imagens meio psicodélicas no telão, Flume chegou a largar as pickups pra dançar com a galera. Só faltou jogar as baquetas!

Ah, e sabe quem apareceu quase no fim do show,de surpresa? A Tove Lo! Parceira do DJ na faixa “Say It”, último single dele, a sueca chegou a fazer gente chorar com sua aparição – que, mesmo sendo de uma música, foi bem mais animada que boa parte do seu show na noite anterior, no mesmo palco.

Depois de mandar um monte de “I Love U, Brazil”, Flume encerrou seu show claramente emocionado com a energia da galera. E mostrando pra gente que nem só de farofa vive o eletrônico! hahhahha <3

Quem será que vai fazer esse papel em 2018, hein mores?

PS: Lolla, e os fogos, hein?

Comentários

Topo