Menu Papel POP

Na Seventeen, Camila Cabello conta que adoraria fazer parceria com Ed Sheeran

Camila Cabello é a capa e o recheio da edição de março da “Seventeen”. A cantora está dando os primeiros passos da carreira solo e olha só, já conseguiu a capa de uma das revistas mais legais dos EUA. Arrasou!

camila-cabello-seventeen-3

Essa é a primeira entrevista dela desde a saída do Fifth Harmony, em dezembro. Camila falou sobre o grupo, da amizade com Taylor Swift e que adoraria fazer uma música com o Ed Sheeran.

No ano passado, por mais que todo mundo já esperasse, foi um choque saber que a cantora tinha saído da girlband e pior ainda, foi o desenrolar da história.

Camila Cabello foi convidada a se retirar do Fifth Harmony, os assessores divulgaram um comunicado sobre sua saída e ela não pretendia sair do grupo daquela forma. Mas ok, ela continua desejando o melhor para as meninas!

“Vou continuar a desejar o melhor para elas e eu estou feliz que elas continuarão suas jornadas como o Fifth Harmony. Também estou ansiosa para ouvir as novas músicas do grupo e seus projetos solos. O Fifth Harmony não foi o máximo de expressão de mim. Meus fãs vão realmente me conhecer através da música que estou escrevendo. Meu objetivo é ser corajosa e abrir minha alma”

camila-cabello-2

Falando em carreira solo, um artista que Camila adoraria fazer uma colaboração é o Ed Sheeran – será que rola?

“É incrível como ele coloca amor, emoção e sentimentos em palavras. Adoraria vê-lo entrar em uma sala e assistir como ele faz sua mágica. Ele sempre fala sobre como adora fazer músicas do coração e isso é algo que eu estou exigindo de mim durante meu processo de composição”

camila-cabello-4

Camila é bem amiga da Taylor e sempre que precisa de um conselho amoroso, vai falar com ela!

“A razão pela qual nos tornamos amigas foi puramente porque temos o mesmo pensamento sobre várias coisas. Somos sensíveis e emocionais quando se fala sobre amor. Nós amamos e escrevemos músicas sobre o amor”

Para ler a entrevista completa acesse o site da “Seventeen”.

Comentários

Topo