Menu Papel POP

Lindsay Lohan diz que sofreu preconceito racial por usar lenço na cabeça em Londres

MAIS SOBRE:

Ontem (21), Lindsay Lohan deu uma entrevista ao programa “Good Morning Britain” e afirmou ter sido parada no aeroporto de Londres confundida com uma muçulmana. A atriz acredita que sofreu preconceito racial, pois foi barrada por usar um lenço na cabeça como um hijab — o véu muçulmano obrigatório às mulheres.

“Eu estava usando um lenço na cabeça, fui parada no aeroporto, vítima de preconceito racial pela primeira vez na minha vida”, disse Lindsay, que viajava da Turquia para Nova York. “Quando o agente de segurança abriu meu passaporte e viu meu nome, ele pediu desculpas, mas disse: ‘Tire o seu lenço’.”

O ocorrido fez a atriz pensar como isso é horrível para as mulheres muçulmanas. “Eu tirei o lenço, tudo bem. Mas o que me assustou naquele momento – como uma outra mulher que não sente confortável tirando seu lenço se sentiria?”

“Eu estava deixando a Turquia e…quando vejo certas pessoas me sinto mais confortável agindo da mesma forma que as outras mulheres – isso é apenas uma questão de respeito pessoal para mim”, contou Lindsay.

Lindsay Lohan voltava de uma visita ao presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, e postou uma foto no Instagram elogiando os esforços dele para abrigar refugiados sírios.

https://www.instagram.com/p/BPyJp5yBC8z/

Em janeiro, a atriz se converteu ao Islamismo e apagou todas as fotos do Instagram.

“Meus amigos mais próximos, que estiveram muito perto de mim em Londres, são sauditas e me deram o alcorão. Trouxe para Nova York porque eu estava aprendendo muito. Isso me abriu as portas para experimentar espiritualmente, para encontrar outro significado verdadeiro. Essa é quem eu sou”, disse ela, em entrevista para a TV turca.

Lohan tem trabalhado com refugiados em Abu Dhabi, na Síria e recentemente, visitou a Turquia, como dissemos acima.

[Via Time]

Comentários

Topo