Menu Papel POP

Após denúncia de racismo, camisetas de “The Walking Dead” são retiradas das lojas

Com o sucesso do personagem Negan (Jeffrey Dean Morgan) foram elaboradas estampas de camisetas licenciadas de “The Walking Dead” inspiradas nele. Um delas, com a frase “eeny meeny miny moe (uni-duni-tê)”, foi retirada da loja britânica Primark por denúncia de racismo.

Um cliente entrou em contato com o chefe-executivo da Primark, Paul Marchant, explicando que a frase é ofensiva para a comunidade negra nos EUA. A continuação da rima original é “catch a nigger by the toe” (“pegue um crioulo pelo dedão”).

Além da frase conter o termo nigger, que é extremamente ofensivo, a composição da estampa tem um taco de baseball – a Lucille – ensanguentado, o que poderia fazer referência a violência contra os negros nos EUA e no mundo.

A varejista Primark retirou a peça do mercado e se desculpou caso tenha ofendido alguém.

Em relação a isso, o ator Jeffrey Dean Morgan foi ao Twitter reclamar sobre o ocorrido. “Caramba, as pessoas são estúpidas”.

Comentários

Topo