Menu Papel POP

Ex-empresário de Alanis Morissette admite ter roubado quase U$5 milhões da cantora!

MAIS SOBRE:

Que coisa horrível! Jonathan Todd Schwartz, ex-empresário da Alanis Morissette, admitiu ter desviado quase 5 milhões de dólares da cantora entre maio de 2010 e janeiro de 2014. Péssimo!

Segundo o The Hollywood Reporter, ele ainda roubou cerca de U$2,3 milhões de outros cinco clientes e concordou em se declarar culpado nesta quarta-feira, dia 19.

As acusações contra Schwartz são de fraude e ter feito falsa declaração de imposto de renda já que não informou o dinheiro desviado. O acordo que ele fez pede por uma sentença entre quatro e seis anos na prisão federal, mas se quiser um juiz pode condená-lo a até 23 anos.

Ele informava a Alanis que os saques que fazia eram apenas para cobrir custos de trabalhos, e depois listava como “despesas diversas”.

No começo de 2016, Alanis havia feito uma queixa contra o ex-empresário. De acordo com o documento, Schwartz era responsável pelas finanças da artista entre 2009 e 2016 e entre suas funções no trabalho estavam coleta de renda, gerenciamento de contas de investimento e pagamento de contas em nome da cantora.

O desvio foi descoberto quando o novo e atual empresário de Alanis, Howard Grossman, encontrou ao menos 116 transferências, durante quatro anos, somando milhões de dólares para Schwartz a partir de contas da artista — justamente o período e a quantia pelos quais Schwartz admitiu culpa.

Que maldito!

Comentários

Topo