Menu Papel POP

Para Mike Shinoda, continuação do Linkin Park é incerta: “Esta é a pergunta de um milhão de dólares”

Em processo de divulgação de seu primeiro disco solo, um dos integrantes do Linkin Park, Mike Shinoda, disse que o futuro da banda ainda é algo incerto após a morte de Chester Bennington.

O cantor morreu em julho do ano passado, aos 41 anos, vítima de suicídio. Quase um ano depois, Shinoda disse em entrevista ao programa Inside the Studio, da iHeartRadio que o é uma questão complicada.

“Essa é a pergunta de um milhão de dólares, certo? Infelizmente, eu já disse isso antes, não há respostas. Seria incrível se houvesse, isso seria muito fácil.”

Ele disse que gostaria que a relação junto aos outros membros da banda neste aspecto fosse um pouco menos descomplicada.

“Se alguém vier e disser: ‘Ei, Linkin Park, você quer fazer um show na Alemanha?’, começaria então uma discussão com os demais. Você tem alguém que diz algo do tipo “eu definitivamente não quero fazer isso”, enquanto há outro cara que diz: “Eu não sei. Talvez”. Há também a possibilidade de esses dois caras dizerem “definitivamente precisamos fazer isso”. Então há preocupações.”

Para Mike, neste momento o essencial é ter um pouco de tempo para refletir.

“Todo esse barulho, não é algo que eu possa lidar agora, e isso não é uma pancada a mais em ninguém. Qualquer um de nós pode ser a opinião mais atípica do debate, a voz minoritária em algo, mas eu definitivamente preciso de um pouco mais de simplicidade em termos de tomada de decisão”.

Assista ao vídeo de seu novo single,

Comentários

Topo