Menu Papel POP

“Estou conhecendo uma amiga que lutou por mim”: Kim Kardashian e Alice Johnson se encontram

Ontem, quarta-feira (13), Kim Kardashian e Alice Marie Johnson se encontraram pessoalmente desde que Donald Trump concedeu perdão à mulher de 63 anos.

Alice foi condenada 21 anos atrás por tráfico de drogas e pegou prisão perpétua sem condicional, apesar dela ser ré primária e o crime ser considerado não violento. Desde o fim do ano passado, Alice vinha recebendo ajuda de Kim para sair da prisão. Kim foi pedir perdão em nome da mulher a Trump e na semana passada conseguiu.

As duas concederam entrevistas a algumas emissoras de TV e também ao site Mic — foi por causa do portal que Kim ficou sabendo da história de Alice.

Eu me sinto muito feliz por Alice estar aqui com sua família e recomeçar sua vida“, disse Kim no vídeo abaixo. Para Alice, ela nunca teria conseguido sair da prisão sem o apoio de Kim.

“Eu tentei três vezes durante o governo Obama, e todos me disseram: ‘Se você não conseguir [clemência] agora, não vai conseguir mais.’ E acredito que, com o novo governo, tudo isso faz parte de um plano de Deus para mostrar a todos que você pode receber um milagre dos lugares mais inesperados.”

Saber do caso de Alice e se dedicar a libertá-la mudou Kim.

“Com o tempo você espera crescer e evoluir, e a vida se torna um pouco menos sobre você e mais sobre outras pessoas e o que você pode fazer — especialmente para mim, se tenho recursos. Então Alice mudou minha vida e me deu esperança.”

Alice também defendeu Trump dos comentários sobre ele ter concedido perdão só para ficar bem na mídia. “É uma crítica injusta, porque ele poderia ter escolhido alguém menos controverso do que eu. Ele poderia ter perdoado alguém com um caso melhor do que eu tive nessa conspiração. E é aquilo: ele é criticado não importa o que faça. Que tal dar crédito a este homem por ter feito algo bom, por ter feito algo humano, e parar de tornar tudo político?

Comentários

Topo