Menu Papel POP

Janelle Monáe sai do armário: “Sou uma mulher negra queer”

MAIS SOBRE:

Dava para tirar dos clipes mais recentes da Janelle Monáe que ela é aberta a se relacionar com mulheres além de homens, mas até então a cantora e atriz não tinha falado sobre isso tão diretamente.

Até agora!

Em entrevista para a edição mais recente da Rolling Stone, da qual é capa, Janelle não deixou dúvidas:

“Sendo uma mulher negra queer nos Estados Unidos, alguém que já se relacionou com homens e mulheres, eu me considero uma fodona livre.”

A post shared by Rolling Stone (@rollingstone) on

Ela também disse que se identificava como bissexual, “mas depois li sobre a pansexualidade e pensei ‘Essas são coisas com as quais eu me identifico também.’ Estou aberta a aprender mais sobre quem sou.

Até antes mesmo dessa fase atual havia certas “dicas” da sexualidade de Janelle, como ela mesma fala para a revista. “Se você ouvir meus CDs, está lá.” As músicas “Mushrooms & Roses” e “Q.U.E.E.N.”, por exemplo, têm uma mulher chamada Mary como o centro das atenções. “Q.U.E.E.N.” inclusive tinha o título “Q.U.E.E.R.”

Quanto aos rumores de que Janelle está namorando a atriz Tessa Thompson, que aparece nos clipes da era “Dirty Computer”, a cantora não quis falar sobre. A gente continua shippando, namorando ou não.

“Dirty Computer” será lançado amanhã, acompanhado de um projeto visual novamente com a presença de Tessa.

Comentários

Topo