Menu Papel POP

Mark Wahlberg doa cachê de regravações de filme para organização a favor da igualdade salarial de gênero

Nesta semana ficamos sabendo de uma matéria do USA Today que diz que o ator Mark Wahlberg recebeu um salário 1500 vezes maior do que sua colega Michelle Williams pelas regravações do filme “All the Money in the World” — eles tiveram que voltar ao set porque o diretor Ridley Scott tirou Kevin Spacey do longa e colocou Christopher Plummer em seu lugar.

Até então Walhberg não tinha se manifestado, mas hoje ele deu uma declaração (via The Hollywood Reporter) afirmando que vai doar esse cachê — 1 milhão e meio de dólares — para a organização Time’s Up, criada recentemente por várias atrizes de Hollywood para combater o assédio sexual e que reivindica, entre outros pontos, salários justos às mulheres em comparação com os homens.

“Nos últimos dias o meu salário das regravações de ‘All the Money in the World’ se tornou um assunto importante. Eu apoio 100% a luta por igualdade salarial e estou doando 1,5 milhão para o fundo Time’s Up em nome de Michelle Williams.”

A agência do ator William Morris Endeavor, que foi quem negociou o salário, segue os passos de Wahlberg e vai doar 500 mil dólares ao mesmo fundo.

“A conversa atual é um lembrete de que aqueles de nós que são influentes têm a responsabilidade de confrontar as desigualdades, incluindo a diferença salarial de gênero. Reconhecendo a discrepância salarial em ‘All the Money in the World’, a WME está doando 500 mil dólares para o fundo Time’s Up em nome de Michelle Williams, seguindo nossa promessa de 1 milhão para a organização no início deste mês. É crucial que essa conversa continue dentro de nossa comunidade e estamos empenhados em fazer parte da solução.”

Enquanto Wahlberg recebeu 1 milhão e meio pelas refilmagens, Michelle Williams embolsou menos de mil dólares. Anteriormente, Ridley Scott havia dito que todos os atores aceitaram trabalhar de graça, e a atriz afirmou:

“Eu disse que estaria onde e quando eles precisassem. E eles poderiam ficar com meu salário, meu feriado, o que quisessem. Porque eu reconheci esse esforço gigantesco [de gravar novamente].”

Comentários

Topo