Menu Papel POP

Amber Heard acusa Warner Bros. de usar fala sobre Johnny Depp de forma tendenciosa

Ontem vimos a Warner Bros e até a própria J.K. Rowling falando sobre a permanência de Johnny Depp em “Animais Fantásticos”. Antes, o diretor do filme já havia falado e agora emos mais um depoimento. Dessa vez é da atriz Amber Heard, ex-esposa vítima de agressão doméstica pelo ator.

Heard não falou precisamente sobre Depp no filme, mas deu um puxão de orelha na Warner Bros. O estúdio relembrou um comunicado dos dois na época das acusações e a atriz diz que o texto foi usado tendenciosamente.

O texto da Warner diz o seguinte:

Claro que sabemos das acusações que apareceram no fim do casamento de Johnny Depp […] Essa é uma preocupação apontada em conjunto pelos dois, num comunicado, em que dizem que ‘nunca houve intenção alguma de agressão física ou emocional’. Baseado nas informações que temos, nós e os produtores vamos continuar defendendo a decisão de manter Johnny Depp.

O problema é o termo “harm”, que nos EUA pode ser usado para agressão física ou então prejudicar alguém. Fora do contexto, dá a impressão de que as agressões físicas não foram intencionais, certo? Pois então, Amber Heard publicou o comunicado completo e mandou recado à Warner sem citá-la.

“Para registro, este foi o nosso comunicado conjunto COMPLETO. Escolher algumas frases e citá-las sem contexto não é certo. Mulheres, continuem a se manifestar e se mantenham fortes! Com amor, Amber”

Veja o comunicado completo:

“Nosso relacionamento foi intensamente apaixonante e por vezes volátil, mas sempre foi feito de amor. Nenhum dos lados fez falsas acusações por dinheiro. Não houve a intenção de prejudicar alguém fisico ou emocionalmente. Amber deseja o melhor para Johnny no futuro. Ela irá doar todos os recursos do divórcio para a caridade”.

O caso se estende desde agosto de 2016. Amber Heard agora segue no universo da DC Comic nos cinemas como Mera em “Aquaman” e “Liga da Justiça”.

Comentários

Topo