Menu Papel POP

Jane Fonda critica o patriarcado e diz que já foi estuprada na infância e assediada por chefe

MAIS SOBRE:

Com 79 anos e na ativa por mais de 50, Jane Fonda é um exemplo de mulher em Hollywood e continua surpreendendo. Ela foi entrevistada por Brie Larson (“O Quarto de Jack”) para a The Edit e as duas conversaram sobre militância, mulheres em Hollywood, envelhecer e patriarcado.

Brie Larson disse à Jane Fonda que ela era um exemplo de militância feminista através da atuação. Jane Fonda agradeceu, mas contou que foi uma longa jornada crescer nos anos 50 e incorporar o feminismo:

Eventualmente, decidi que não iria desistir de quem eu sou apenas para satisfazer o homem com quem eu estava. […] Sem brincadeiras, para mostrar a você como o patriarcado usa as mulheres; fui estuprada, sexualmente abusada quando criança e já fui demitida porque eu não quis dormir com meu chefe e sempre me senti culpada.

Ela continua dizendo que muitas mulheres passam por isso sem entender o que foi e se sentem culpadas, mas que o movimento das mulheres as ajudaram:

jane-the-edit

Eu conheço várias garotas que foram estupradas e nem souberam que isso era um estupro. Elas pensam “Deve ser porque eu ‘Não’ da forma errada”. Uma das melhores coisas que o movimento feminista fez foi nos fazer perceber que não é nossa culpa. Fomos violentadas e isso não é certo

Que corajosa e magnífica por se abrir assim para empoderar! Jane Fonda já participou de diversos movimentos feministas ao longo do ano e, na década de 70 criticou os EUA ao longo da Guerra do Vietnã. Sem contar papéis femininos desafiadores no cinema.

O trabalho dela também se estende na Netflix, por exemplo. Em “Grace and Frankie”, ela sempre faz questão de lembrar que a vida – seja ela pessoal ou amorosa – não acaba quando uma mulher atinge a terceira idade.

Inclusive, a terceira temporada estreia no dia 24 de março! Eba!

Comentários

Topo