Menu Papel POP

Katy Perry canta novo single e faz crítica ao Donald Trump no palco do Grammy

MAIS SOBRE:

Neste domingo (12), está acontecendo o Grammy 2017 e um dos shows mais esperados da noite era o da Katy Perry com seu novo single “Chained to the Rhythm”. A apresentação não deixou a desejar, a cantora arrasou cantando essa música que dá um shade no mundo moderno, criticando o sistema que vivemos atualmente.

Katy fez uma performance com referências aos filmes “Show de Truman” e do “O Mágico de Oz”. Não só isso, ela fez uma crítica ao Donald Trump – como estávamos esperando. Confira abaixo um trecho da apresentação:


Ela encerrou a apresentação com os dizeres “We the people”, nós o povo, uma crítica ao muro de Donald Trump. Essas são as três primeiras palavras do prefácio da Constituição, e o artista Shepard Fairey, criador do icônico cartaz de Hope do Obama, fez uma série de ilustrações representando muçulmanos-americanos, afro-americanos, nativos americanos, mulheres latinas e lésbicas, que fazem parte do povo norte-americano.

“Chained to the Rhythm” é uma ótima música pop e também uma crítica das boas não só ao momento pelo qual passa os EUA, como também ao sistema de uma maneira geral.

A letra fala de vivermos tanto dentro dos nossos grupos sociais (as bolhas!) que acabamos vivendo numa utopia. Nela, tudo é tão perfeito que nem conseguimos enxergar os problemas do lado de fora, como a ascensão mundial do conservadorismo, as guerras, a fome, e outros problemas.

Comentários

Topo