Menu Papel POP
Foto: Divulgação

“House Of Gucci”: Ridley Scott rebate críticas dos herdeiros Gucci

Lançado em novembro, um dos filmes mais aguardados e comentados do ano, “House Of Gucci” tem criado polêmica após um comunicado emitido pelos herdeiros da família italiana, em que alegavam terem sido ofendidos pela maneira em que a história foi retratada. Em uma recente entrevista, o diretor Ridley Scott rebateu tais críticas.

Em uma nota enviada à agência italiana de notícias, Ansa, os herdeiros de Aldo Gucci — que presidiu a empresa por 30 anos — alegam que a forma retratada foi mentirosa e que se sentem “perturbados”. Além disso, dizem que “os membros da família Gucci reservam todas as iniciativas para proteger o seu nome, imagem e dignidade e os seus entes queridos”, mas que a produção “não se preocupou em consultar os herdeiros”.

A família ainda se sentiu insultada com a maneira em que os membros foram retratados, “como bandidos, ignorantes e insensíveis ao mundo ao seu redor” e continuam: “Isto é extremamente doloroso do ponto de vista humano e um insulto ao legado que a marca foi construída até hoje”.

Por sua vez, Riddley Scott diz que tentou ser o mais respeitoso possível, sem fugir da veracidade dos fatos. “As pessoas que estavam escrevendo da família para nós no início foram alarmantemente insultuosas, dizendo que Al Pacino não representava Aldo Gucci fisicamente. E, no entanto, francamente, como eles poderiam ser melhor representados do que por Al Pacino? Com licença!”, rebateu o diretor.

Ele diz que a história ainda pode ser interpretada como uma sátira e que, em muitos pontos, é uma comédia. “Jared Leto, não há muitas informações sobre [seu personagem] Paolo, mas há fotos de Paolo e era exatamente assim que ele se parecia. Encontramos as fotos e Jared fez o que fez e se vestiu da maneira que Paolo se vestia. Não há muitos registros de Paolo falando na câmera. E então isso tinha que ser, até certo ponto, imaginado, mas claramente Paolo era um homem muito colorido e extravagante”, exemplifica.

O filme que pode render uma indicação ao Oscar para Lady Gaga conta a história por trás do assassinato de Maurizio Gucci (Adam Driver), arquitetado por sua ex-esposa, Patrizia Reggiani (Gaga). Ainda, os herdeiros ameaçaram entrar com uma ação judicial contra o diretor do filme pela suposta retratação mentirosa dos fatos que acercam o relacionamento de Maurizio e Patrizia.

Comentários

Topo