Menu Papel POP
(Foto: Divulgação/Marcelo Rodolfo)

Juliana Linhares apresenta novo capítulo de “Nordeste Ficção” em “Bombinha”; assista ao clipe

Juliana Linhares é um daqueles nomes explosivos da MPB que, de tempos em tempos, desabrocha com estética e som singular. Nas minúcias, a artista potiguar conecta os microcosmos da própria obra de um extremo a outro, construindo o universo de “Nordeste Ficção“, disco de estreia lançado em março de 2021.

Na letra de “Bombinha”, canção eleita para dar seguimento aos trabalhos, faz questão de rechaçar rótulos e processos ególatras – um claro movimento de ressignificação. Como Marina Lima em seu “Full Gás”, abre os braços para que o ouvinte conheça de onde vem, podendo ou não escolher se a segue.

“Quem explode é bombinha
Eu quero é cantar pros meus
Deixa que eu mesma decido
Que rainha sou eu
(…)
E não quero ir pra Marte
Quero ir pro Ceará
Não vim aqui me exibir
Eu vim aqui te buscar”

No clipe lançado nesta quarta-feira (26), Linhares se entrega ao desejo pulsante de buscar o amor, bem como às querências do espírito a partir de uma narrativa libertária gravada em plano sequência. “Até cansar, até parar, até cair, até dormir, até sonhar”. Assim ela vai.

Ouça o disco completo nas plataformas de streaming clicando aqui.

Comentários

Topo