Menu Papel POP
O single faz parte de uma série de lançamentos previstos para 2021 (Reprodução / Youtube)

Mayí reflete sobre autonomia feminina e LGBTQIA+ no clipe de “Sedenta”

MAIS SOBRE:

Em parceria com o DJ Victor Vhoor, a mineira Mayí condensou as próprias vivências como uma mulher bissexual de quebrada em uma música que celebra sua autoconfiança. Trata-se do segundo single da carreira, “Sedenta“.

“Tanto a bissexualidade quanto o prazer feminino e LGBTQIA+ são tabus até hoje e muitas vozes estão sendo silenciadas. E, aqui onde eu vivo, a maneira de transgredir é passar por tudo isso e seguir existindo sem esquecer dos prazeres que a gente também tem”, conta Mayí. “A mensagem [da faixa] é essa: autonomia pra falar dos meus prazeres sem medo”.

Com roteiro assinado pela própria artista, o clipe traz o protagonismo de um casal formado por mulheres com o intuito de traduzir em imagens a liberdade, o prazer, a autonomia feminina e LGBTQIA+. Dá uma olhada no resultado:

“Sedenta” dá continuidade a “Gritam-me” (2020), single de estreia de Mayí, e faz parte de uma série de lançamentos previstos para este ano.

Comentários

Topo