Menu Papel POP
Em 2015, artista revisitou memórias de infância em "Zaralha" (Foto: Divulgação/Ana Alexandrino)

Letrux prepara estreia de “Tudo Que Já Nadei”, livro com aforismos e poesia

MAIS SOBRE:

“Já nas primeiras páginas lendo Letícia Letrux, é como tomar um caldo e se divertir com isso. Rir de si mesma”.

Quem escreve esta sagaz analogia sobre mar e poesia é Linn da Quebrada. Está no texto de apresentação de “Tudo Que Já Nadei”, segundo livro da cantora e escritora Letrux.

Previsto pra invadir as prateleiras no próximo dia 3 de março, praticamente um ano após a estreia do disco “Aos Prantos”, o material revela ao público uma nova vertente criativa de Letícia Novaes que, por meio de uma seleção de poemas, aforismos e textões, busca explorar a poesia urbana.

No Instagram, a artista revelou nesta segunda-feira (8) o desejo de realizar, em breve, uma live com colaboradores. O objetivo é celebrar o nascimento da obra diante das barreiras impostas pelo distanciamento social – o que impossibilitaria uma noite de autógrafos.

O lançamento da vez acontece pela editora Planeta. Dividido em três segmentos, Ressaca, Quebra-mar e Marolinhas, “Tudo Que Já Nadei” convida o leitor a um mergulho na escrita da autora, enteriormente elogiada por seu primeiro compilado, o divertido “Zaralha”.

Neste último, lançado em 2015, ela reúne materiais inusitados e versos inéditos sobre a própria infância. Um excelente cartão de visita para a sua poesia atrevida.

Comentários

Topo