Menu Papel POP
Logo do Disney+ (Divulgação)

Disney+ atualiza e reforça o aviso de conteúdo racista em filmes clássicos

Este post não contém tags.

Nesta sexta-feira, a BBC divulgou que o aviso de conteúdo racista em filmes clássicos da Disney, em vigor desde o ano passado, foi atualizado com uma mensagem reforçada. Agora, filmes clássicos como “Dumbo” e “Mogli – O Menino Lobo” terão novas mensagens de alerta. Quando algum desses filmes é reproduzido no serviço de streaming Disney+, a tela apresenta a seguinte mensagem:

“Este programa inclui representações negativas e/ou maus-tratos de pessoas ou culturas. Esses estereótipos estavam errados na época e estão errados agora. Em vez de remover esse conteúdo, queremos reconhecer seu impacto prejudicial, aprender com ele e iniciar conversas para criarmos juntos um futuro mais inclusivo.”

Outros filmes que trazem o alerta são “Aristogatas“, que mostra gatos siameses  “cara amarela” tocando piano com hashis, e Peter Pan, no qual os nativos americanos são chamado pela alcunha racista “peles vermelhas”. “A Dama e o Vagabundo” agora também apresenta a mensagem.

A Disney adicionou o primeiro aviso logo que lançou o serviço de streaming, porém era bem mais curto e dizia: “Este programa é apresentado como originalmente criado. Ele pode conter representações culturais desatualizadas”. O filme mais polêmico da empresa, “A Canção do Sul”, que conta uma história na qual negros americanos são felizes como escravos em campos de algodão, nem chegou a entrar no catálogo do Disney+.

Vale lembrar: o serviço de streaming chega ao Brasil em 17 de novembro.

Comentários

Topo