Menu Papel POP

Bradley Cooper diz que temporada de premiações é “interessante e sem sentido”

MAIS SOBRE:

Bradley Cooper, nomeado oito vezes ao Oscar e seis vezes ao Golden Globe, opinou sobre as premiações da indústria cinematográfica.

Ele discutiu com Anthony Ramos (“Hamilton”; “Nasce Uma Estrela”), à revista Interview, sobre a temporada de premiações e como ela é “um verdadeiro teste” que foi “criado para fomentar essa mentalidade” de destacar uma pessoa só.

Ramos apontou que, quando chegam os eventos, o público esquece que tem toda uma produção por trás, às vezes “150 ou 200 pessoas”, não apenas as “estrelas”. Bradley concordou:

“É uma coisa e tanto para se trabalhar, e [a temporada de premiação] é completamente desprovida de criação artística. Não é por isso que você sacrifica tudo para criar arte e, no entanto, passa tanto tempo fazendo parte dela se, entre aspas, ‘tem a sorte de fazer parte dela’. Em última análise, é uma coisa ótima porque realmente faz você enfrentar o ego, a vaidade e a insegurança. É muito interessante e totalmente sem sentido.”

Anthony respondeu: “Lembro-me durante o Tony Awards quando estávamos fazendo ‘Hamilton’, acho que tínhamos 11 principais no elenco, e oito foram indicados para os prêmios, e havia três de nós que não foram indicados. Foi muito fácil me sentir excluído ou ficar: “Cara, eu não fiz um trabalho bom o suficiente?’. Enquanto isso, é como, ‘Ei, nunca foi sobre você’. O que vai sobreviver é a história e o show, a coisa que todos fizeram juntos.”

Cooper, anteriormente, havia dito que se sentiu envergonhado por não ter sido indicado ao Oscar na categoria de Melhor Diretor com “Nasce Uma Estrela” (2018). O longa venceu em Melhor Canção Original e foi nomeado em oito categorias, incluindo na de Melhor Atriz para Lady Gaga.

Comentários

Topo