Menu Papel POP

Criador diz que “Riverdale” fará parte do movimento antirracista após críticas de Vanessa Morgan

Na última quarta (03) Vanessa Morgan, a Toni Topaz de “Riverdale“, denunciou o racismo no audiovisual e falou que é a única personagem negra principal e a que recebe menos na série em que trabalha. A crítica vem em meio a onda de protestos que estão acontecendo nos EUA do movimento Black Lives Matter.

“Cansada de ver como a comunidade negra é representada na mídia; de nos ver como bandidos, perigosos ou assustadores. Cansada de nos ver como ajudantes sem profundidade de protagonistas brancos. Ou de ser apenas usado no material promocional para fingir diversidade, que realmente não existe no show”, escreveu Morgan.

O desabafo teve apoio de outras ex-colegas negras do elenco, como Asha Bromfield e Hayley Law. Agora, nesta sexta (05), o criador e showrunner da série, Roberto Aguirre-Sacasa, respondeu as colocações da intérprete de Toni.

“Ouvimos Vanessa. Amamos Vanessa. Ela está certa. Lamentamos e fazemos a mesma promessa que fizemos a ela. Faremos melhor em homenageá-la e a personagem que ela interpreta. Assim como todos os nossos atores e personagens de cor.

Continuou: “Mudança está acontecendo e continuará a acontecer. Riverdale ficará maior, não menor. Riverdale fará parte do movimento, não fora dele. Todos os escritores de Riverdale fizeram uma doação para [Black Lives Mater Los Angeles], mas sabemos onde o trabalho deve acontecer. Na sala dos roteiristas”.

A quarta parte do programa foi interrompida devido a quarentena da Covid-19. Aguirre-Sacasa disse à EW: “Estamos basicamente começando a nova com os três últimos episódios da quarta temporada, e em parte porque são episódios dinamite. Quero dizer, grandes, grandes, grandes mudanças acontecem. Continuamos com o mistério e os dramas de relacionamentos até a quinta”.

Comentários

Topo