Menu Papel POP

Dove Cameron desabafa sobre lidar com depressão e ansiedade na quarentena

MAIS SOBRE:

Dove Cameron, mais conhecida por seu papel em “Descendentes” do Disney Channel, fez um post nesta quarta-feira (08) sobre como lidar com sua depressão e ansiedade em tempos de quarentena do coronavírus.

Com o isolamento social, muitas pessoas que passam por problemas psicológicos/psiquiátricos pioram por não conseguir ver outras pessoas e manter uma rotina. A atriz relatou como esse processo de se curar e se cuidar sempre é doloroso e nada agradável.

“A cura nem sempre é bonita. O autocuidado nem sempre são máscaras faciais e óleos sofisticados (embora não haja nada de errado nisso). Para mim, o autocuidado agora é trabalhar meus traumas, escrever, fazer terapia por chamada de vídeo, ter conversas diárias comigo mesma sobre a aceitação da minha vida e do meu estado atual, tentar me manter fisicamente saudável e não deixar minha depressão e ansiedade vencerem, e praticar a paciência.”

View this post on Instagram

healing is not always pretty. self care is not always face masks and fancy oils (though there’s nothing wrong with that). for me: self care right now is trauma work, writing, face time therapy, daily talks with myself about the acceptance of my life and my current state, attempting to stay physically healthy and not let my depression and anxiety win, and practicing patience. getting out of shape, and being ok with that. being on my phone all day when i wanted to spend time reading and baking, and being ok with that, and trying again tomorrow. setting loose plans, not meeting them, and being ok with that. losing control, and being ok with that. emotionally isolating (as well as self isolating), because it’s what i need to heal, and not going out of my way to find social connection like others are enjoying, because it’s not what i need. self care for me in this time, is following what i NEED, not what i’ve imagined this time looking like in my head or comparing how productive everyone else is being, and being ok with facing myself in all of my painful, messy and sometimes insufferable struggle with my mind. and, some face masks and fancy oils. this is a time where everything comes to the surface, as we all slow down, and what we normally engage in isn’t as accessible to us anymore. we are now, more than ever, faced with ourselves, and for some, like me, that can be scary. here’s to being kind, struggling, adapting, and doing some real fucking self care. though i’m doing what’s best for me & keeping my distance, i am always here. i hope you’re doing whatever’s best for you. 🖤

A post shared by DOVE (@dovecameron) on

Desabafou que não irá ficar se comparando com os outros, vendo o quão produtivo todo mundo está. Ela está seguindo apenas o que precisa para ficar bem, sem se cobrar, apenas aceitando que está tudo bem em não estar bem:

“Ficar fora de forma e ficar bem com isso. Ficar o dia todo mexendo no celular, quando eu queria passar um tempo lendo e cozinhando e ficar bem com isso e tentar novamente amanhã. Estabelecer planos vagos, não os cumprir e aceitar isso. Perder o controle e ficar bem com isso. Se isolar emocionalmente (assim como o isolamento pessoal), porque é o que eu preciso para me curar e não sair do meu caminho para encontrar conexão social, como as outras pessoas estão fazendo, porque não é o que eu preciso. Cuidar de mim neste momento é o que eu PRECISO, não o que eu imaginei que esse período seria na minha cabeça ou comparar o quão produtivo todo mundo está sendo, e sim me encarar em todas as minhas dores, confusões e batalhas mentais.”

Continuou dizendo que, neste período sensível, muitas coisas ruins vêm a tona para quem lida com problemas de saúde mental: “Estamos agora, mais do que nunca, diante de nós mesmos e, para alguns, como eu, isso pode ser assustador. Vamos brindar a sermos gentis, a lutas, a nos adaptar e fazer cuidados pessoais reais. Embora esteja fazendo o melhor para mim e mantendo distância, estou sempre aqui. Espero que esteja fazendo o que for melhor para você”, terminou.

Em março, a atriz já havia publicado uma foto chorando e dicas que a estavam a ajudando a lidar com os problemas neste momento de isolamento social.

Onde procurar ajuda?

Centro de Valorização da Vida – CVV
Atendimento pelo número 188.

Serviços de saúde
CAPS e Unidades Básicas de Saúde (Saúde da família, postos e centros
de saúde).

Emergência
SAMU 192, UPA, pronto socorro e hospitais.

Comentários

Topo