Menu Papel POP

Dolly Parton doa US$ 1 milhão para fundo de pesquisa e combate ao coronavírus

A lenda do country Dolly Parton anunciou nesta quarta-feira (1º) que fará uma doação de US$ 1 milhão para um fundo de pesquisa norte-americano que trabalha na busca pela cura do coronavírus. Em reais, na cotação atual, a quantia se aproxima da marca de R$ 5,2 milhões.

A doação de Parton será feita ao centro de pesquisas da Universidade de Vanderbilt, no Tennessee, estado em que a artista nasceu. No Instagram, por meio de uma nota, Dolly afirmou que seu desejo de doar aconteceu após uma conversa com um amigo, que é médico na instituição e participa ativamente dos esforços para barrar o avanço da doença.

Leia:

View this post on Instagram

❤️

A post shared by Dolly Parton (@dollyparton) on

“Meu amigo de muito tempo, Dr. Naji Abumrad, que está envolvido com pesquisas em Vanderbilt por muitos anos, me informou que eles estão conseguiu avanços excepcionais na pesquisa pela cura do coronavírus. Eu estou fazendo uma doação de US$ 1 milhão para a Universidade de Vanderbilt, direcionada para essa pesquisa, e para encorajar outras pessoas que também podem fazer doações.

Dolly”.

Presente em mais de 40 países, a Covid-19 já matou mais de 40 pessoas e tem provocado medidas extremas de isolamento em localidades como a China, a Itália e a França, recordistas em número de vítimas e infectados. No Brasil, 136 mortes já foram confirmadas em decorrência da doença.

Além de Dolly Parton, outras celebridades também fizeram doações generosas. Rihanna, Jay-Z e Angelina Jolie, por exemplo, doaram US$ 1 milhão, cada um, para instituições que trabalham no combate e na pesquisa de medicamentos que possam diminuir os efeitos imediatos da Covid-19.

Comentários

Topo