Menu Papel POP

Fiona Apple revela título de novo álbum: “Fetch the Bolt Cutters”

MAIS SOBRE:

Se existe algo pelo qual estamos obcecados ultimamente é a ideia de que um novo álbum de Fiona Apple está chegando. A nova leva de canções que quebra um jejum de 8 anos, segundo a própria cantora em uma recente declaração feita em seu perfil no Tumblr, já está pronta.

Eis que nesta segunda-feira (16) a revista The New Yorker publicou um perfil seu em que, entre outras coisas, revela o título do projeto. Sucessor do celebrado “The Idler Wheel…”, “Fetch the Bolt Cutters” deve chegar às lojas e plataformas ainda em 2020. Para sermos mais esclarecedores: o título, que em português significa “Peguem os alicates”, faz referência à série britânica “The Fall”, estrelada por Gillian Anderson.

Em uma das cenas, a protagonista solta a frase escolhida por Apple após encontrar a porta de uma sala de tortura trancafiada. Como seus projetos musicais geralmente possuem um período de estação maior do que o da maioria das estrelas do pop, e envolvem uma complexidade um tanto mais expressiva, a artista achou a analogia perfeita.

Ainda de acordo com o texto, que narra bastidores das gravações, seu conteúdo contará com 13 faixas e a participação da irmã de Apple, Amber. A colaboradora, que atende pelo nome artístico de Maude Maggart, gravou vocais de apoio em “Newspaper”, uma das canções mais fortes do projeto.

A composição narra a história de duas mulheres que se veem ligadas a um mesmo homem após descobrirem que viveram uma relação abusiva.

“Amber estava lá para gravar um verso de harmonia em “Newspaper”, uma das treze novas músicas do álbum. Apple, que usava uma camisa oxford azul clara e calça bege solta, tinha o cabelo preso em um coque baixo e estava ao lado do piano, enquanto a irmã ensaiava sentada em uma cadeira de balanço, segurando um bebê no colo. “É uma pena, porque você e eu não fomos testemunhas!”, diz a letra cantada por Apple, que colocou as notas no ar com a palma da mão. Então as irmãs cantaram, em harmonia: “Nós somos os únicos que sabemos!” O “nós somos” saiu como uma brincadeira alegre, acrescentando um contexto irônico à música, que era sobre duas mulheres ligadas por suas histórias a um homem abusivo. Apple, com seu singular contralto esfumaçado, modelou as emoções complexas da linha para Amber, aquecendo-a”.

É o novo testamento! O álbum mais recente de Apple, “The Idler Wheel…” está disponível no stream. Ouça enquanto mais novidades não chegam!

Comentários

Topo