Menu Papel POP

Meghan Markle não participa de reunião com a rainha por medo de espionagem

A família real britânica enfrenta um enorme rebuliço. Na reunião de crise que aconteceu nesta segunda-feira (13), Meghan Markle não pôde participar por teleconferência, já que está no Canadá e a reunião se deu em Sandringham. Ela foi impedida de se envolver porque oficiais do palácio tiveram medo de que rolasse espionagem na conversa com a rainha Elizabeth II.

Fontes disseram ao jornal Daily Mail que a decisão foi “devido à natureza sensível das negociações e que ninguém sabia quem poderia estar ouvindo. Essa foi uma discussão familiar altamente confidencial, não uma teleconferência.”

Na última semana, Markle e o marido, príncipe Harry, anunciaram sem aviso prévio à família real britânica que se desligariam de suas funções e garantiriam sua independência financeira. Com a premissa de dividir sua vida entre a América do Norte e o Reino Unido, os dois também afirmaram que trabalhariam para se manterem financeiramente.

A rainha disse “respeitar totalmente” o desejo do duque e duquesa de Sussex de não serem mais “membros sêniores” da família real. A monarca escreveu:

“Minha família e eu respeitamos totalmente o desejo de Harry e Meghan de construir uma nova vida como uma jovem família. Embora nós preferíssemos que eles continuassem a trabalhar em tempo integral como membros da família real, respeitamos e entendemos seu desejo de viver uma vida mais independente como família, mantendo-se como uma parte valiosa da minha família”

Comentários

Topo