Menu Papel POP

Fãs de Taylor Swift colocam outdoors em Nashville em apoio à artista

MAIS SOBRE:

Taylor Swift ainda não está autorizada de cantar seu catálogo antigo no American Music Awards, ocasião onde receberá o prêmio Artista da Década.

Ela cantaria um medley com todos seus hits dos últimos 10 anos, mas pelo visto ainda não irá rolar. Um empresário de sua ex-gravadora havida dito ao TMZ que a Big Machine não estava a proibindo, e até surgiu a notícia de que a empresa fechou um acordo com a produtora que realiza a premiação, o que já foi desmentida pela Variety.

Tudo começou quando Taylor publicou um texto em suas redes sociais falando que Scooter Braun a proibiu de cantar suas músicas antigas no AMAs. Daí a gravadora primeiro disse que a cantora “criou uma narrativa que não existe“, e sua assessoria rebateu dizendo que a BMR deve US$ 7,9 milhões a dona de “Lover”.

Depois de toda essa confusão, alguns fãs da cantora fizeram uma vaquinha virtual e colocaram outdoors em Nashville pedindo para que Braun deixe a artista cantar suas próprias músicas.

A hashtag “I Stand With Taylor ou “Eu estou do lado de Taylor” é vista acima junto com um pedido a Scooter: “Por favor, deixe Taylor performar suas próprias canções.”

A produtora Dick Clark Productions negou nesta segunda (18) que a gravadora tenha chegado num acordo com eles.

“Em nenhum momento a Dick Clark Productions concordou em criar, autorizar ou distribuir uma declaração em parceria com o Big Machine Label Group sobre o show de Taylor Swift no American Music Awards de 2019. Qualquer acordo final sobre esse assunto precisa ser feito diretamente com a equipe de gerenciamento de Taylor Swift. Não temos mais comentários.”

O American Music Awards acontece no dia 24 de novembro.

Comentários

Topo