Menu Papel POP

YMA parte em busca do amor próprio no clipe conceitual de “Colapso Invisível”

MAIS SOBRE:

Na última sexta-feira (16) a Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA) liberou uma de suas tradicionais listas semestrais, reunindo os 25 melhores álbuns nacionais lançados até o presente momento. Além de nomes como Tiago Iorc, Tássia Reis, Thiago Pethit, Fafá de Belém e Dona Onete, apareceu no finzinho do ranking (organizado em ordem alfabética) o nome de uma artista que você precisa ficar de olho: YMA.

Após ter feito o público se render em elogios com o lançamento do disco “Par de Olhos”, que chegou às plataformas digitais em janeiro deste ano, a jovem resolveu saltar ainda mais a fundo nas possibilidades de seu universo criativo a partir da gestação do clipe de “Colapso Invisível” – uma iniciativa arquitetada ao longo de mais de um ano, de maneira totalmente independente.

Transbordando referências que vão desde as técnicas cinematográficas de David Lynch, até a estética de nomes como Björk e Kate Bush, o material tem direção de Sillas H. e apresenta quatro personagens que dialogam com Eros, o deus da paixão na mitologia grega. Tendo representada em cada uma de suas protagonistas os elementos básicos da vida (terra, ar, fogo e água), a narrativa se converte em uma ode às metalinguagens, moldando-se quase como um curta-metragem.

Onde tudo isso desemboca? No desejo de contar ao público que no fim, o que mais importa é a descoberta de um sentimento poderoso e nada menos que necessário: o amor próprio. Mergulhe neste colapso:

“Par de Olhos”, disco de estreia da artista, está disponível em todos tocadores:

Comentários

Topo