Menu Papel POP

Madonna fala sobre como lidou com propostas de favores sexuais na indústria da música

A divulgação de “Madame X”, novo álbum de Madonna lançado à meia-noite desta sexta-feira (14), segue pesadíssima. Hoje à tarde, por exemplo, a NME, uma das mais respeitadas revistas norte-americanas, divulgou trechos da entrevista que fez com a rainha.

Durante o bate-papo, Madonna comentou o fato de que ao longo dos anos várias pessoas influentes na indústria musical se aproveitaram de seu poder para pedir a ela, em troca de ascensão, favores sexuais. Segundo a artista, não foram poucas as vezes em que isso aconteceu.

“Eu poderia dizer que existiram várias situações em que homens tentaram abusar de seu poder. Eu estava começando como artista, implorando ajuda e eu precisava falar com pessoas que dirigiam gravadoras. Até mesmo DJs influentes. Eu dizia ‘Você pode me ajudar? Pode ouvir esta canção? Você pode me arrumar um contrato com a sua gravadora?’. Vários respondiam ‘Claro, se você fizer isso’, e normalmente era um favor sexual”.

Questionada se as propostas eram feitas explicitamente, Madonna confirmou.

“Claro. E houve uma vez em que eu estava tão destruída e tão cansada de terem atentado contra mim que me perguntei ‘Espere, consigo fazer isso? Mas eu não conseguiria no final. Não poderia”.

A rainha também disse que seus princípios nunca permitiram que ela cedesse e que, curiosamente, quando seu contrato finalmente veio, quem o assinou foi Seymour Stein, empresário fundador da Sire Records – a quem ela definiu como “um homem gay apenas interessado em sua música”.

“Eu não conseguiria fazer isso porque sabia que não poderia me olhar no espelho depois, então apenas continuei como estava, sendo um artista faminta e esperando uma solução. Ironicamente eu fui contratada por um homem gay que não queria nada comigo dessa maneira e que realmente apreciou minha música”.

No início deste mês, a cantora também foi questionada sobre o mesmo assunto durante uma conversa com uma jornalista do The New York Times, citando sua relação com Donald Trump e Harvey Weinstein.

Já ofereceu seu stream diário à lenda? “Madame X” está disponível em todos os tocadores:

Comentários

Topo