Menu Papel POP

Paula Fernandes diz que compôs versão de “Shallow” em 2h e promete regravar mais clássicos internacionais

“Juntos” (e shallow now) tem dado o que falar. Além da profusão de memes e dos incontáveis comentários feitos nas redes sociais, a versão em português do clássico tema de “Nasce Uma Estrela” não poderia ter tido outro impacto senão uma repercussão monstra nas paradas de sucesso.

Só pra se ter uma ideia, a faixa de Paula Fernandes e Luan Santana já estreou no Top 15 do Spotify. Por outro lado, o fato é que muita gente segue questionando a falta de sentido do refrão. Em entrevista ao G1 nesta quarta-feira (22), Paula comentou a respeito do processo criativo e disse que tem licença poética para fazer letras assim.

“Tenho a licença poética de me expressar dessa forma. E todo mundo esquece que tem um contexto do início da música que é muito profundo, quando fala sobre “colar os nossos pedaços”. Aí entrou o meu dom criativo, e eu tenho muito orgulho disso. Como eu digo: se não gosta, nem entra no meu perfil”.

Ela também foi questionada sobre ter dito que a língua portuguesa era um idioma “pouco melódico”:

“Eu sinto que às vezes (o inglês é mais melódico) sim. Queria acompanhar a linha melódica que ela fez. Se eu fosse cantar em português, esse “now” seria “agora”. às vezes eu não entendo tanto questionamento se isso faz parte da música original. O brasileiro canta isso intuitivamente. Ninguém ia cantar “shallow” agora”.

A cantora também disse que a adaptação foi feita de forma rápida (em 2h a letra já estava pronta), e que não se lembra de onde assistiu a “Nasce Uma Estrela”. A Lady Gaga, intérprete original, não faltaram elogios.

“Acho que foi num desses voos que eu faço muito. Acho que foi no avião sim, tenho quase certeza. Mas não lembro qual voo”.

Pra fechar, a mineira também disse que pretende fazer novas versões de clássicos internacionais! O que será que vem aí?

“Tenho muitas versões prontas. Tem uma bem conhecida, mas não posso contar. É segredo”.

Vem ouvir esse hit com a gente, juntos e shallow now!

Comentários

Topo