Menu Papel POP

Lady Gaga critica vice-presidente dos EUA após envolvimento com escola anti-LGBTQ+

MAIS SOBRE:

Neste fim de semana Lady Gaga voltou a defender a comunidade LGBTQ+. Durante uma das apresentações de sua residência em Las Vegas, Enigma, realizada neste fim de semana, a artista comentou as acusações de conivência do governo com escolas conversadoras.

O assunto surgiu após o anúncio do retorno de Karen Pence, mulher do vice-presidente da República, Mike Pence, a suas funções em uma escola primária de raiz conservadora em Washington, capital do país.

Ela havia se licenciado de suas funções no local temporariamente, assim que o marido se elegeu governador. A instituição, que não teve seu nome divulgado, vem sendo tratada pela imprensa norte-americana como “anti-gay”.

Em sua fala, Gaga disse que Pence é “o que há de pior no Cristianismo”.

“Para você, Mike Pence, que acha que está tudo certo em sua esposa trabalhar em uma escola que bane pessoas LGBTQ+, você está errado. Você é a pior representação do que se pode chamar de Cristianismo”.

Gaga também disse que se considera uma mulher cristã e que as pessoas que se definem assim devem ser mais gentis e se atentar em praticar o bem acima de qualquer coisa.

“Eu sou uma mulher cristã. E o que eu sei sobre o Cristianismo é que nós não devemos julgar e que todos são bem-vindos. Então você pode pegar toda essa desgraça, sr. Pence, e olhar para si próprio no espelho, pois encontrará toda ela em você”.

Assista ao vídeo:

Rainha! Gaga, obrigado por estar sempre com a gente!

Comentários

Topo